Correio Braziliense
  • RSS RSS
  • Você está em
  • (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Dez itens que não podem faltar na decoração da sua casa Cortina, almofada e tapete são alguns dos acessórios considerados indispensáveis na decoração. Especialistas ensinam como tirar proveito de algumas dessas peças-chaves

Júnia Leticia - Estado de Minas

Publicação: 05/03/2012 12:46 Atualização:

A designer Ana Cristina Gonçalves diz que alguns objetos podem dar novo aspecto ao ambiente, revitalizando sua aparência
A designer Ana Cristina Gonçalves diz que alguns objetos podem dar novo aspecto ao ambiente, revitalizando sua aparência
 
Além dos móveis, essenciais para montar a casa, é preciso investir em adornos que a tornam mais aconchegante. Mas é necessário ter cuidado para não pecar pelo exagero. Cortinas, tapetes, almofadas, abajures, vasos e plantas são só algumas das opções que enchem os olhos. Com tantas possibilidades, fica fácil se deixar levar e comprar tudo o que há pela frente. Projetista de ambientes da Maria Alice Decorações, Tânia Guerra diz que, com os adornos, é possível finalizar a decoração. “Deixando a casa com o jeitinho dos moradores. Nela vai ter sempre um objeto especial da família ou um elegante porta-retratos lembrando um momento inesquecível”.

Independentemente de qual seja a escolha, uma coisa é fato: toda casa precisa de acessórios. Alguns ganham mais destaque por sua beleza, enquanto outros estão na residência por sua funcionalidade. A decoradora Luciane Della Croce destaca o uso de diferentes recursos como aliados da decoração. As cortinas são importantes por oferecer proteção aos ambientes contra a incidência de luz solar, além de dar privacidade. Para ela, esse elemento é essencial na decoração, uma vez que tem várias funções. Afinal, as cortinas integram as janelas, possibilitando mais harmonia com o ambiente externo. “E contamos com grande variedade de modelos e infinitas opções de cores, tecidos e texturas variadas”.

Veja mais fotos dos ambientes

Além de proteger contra a luz natural e dar privacidade, Tânia Guerra diz que as cortinas "vestem" os ambientes, deixando-os mais elegantes e sofisticados. “As escolhas do material e da cor a serem usados devem merecer especial atenção, já que a cortina não estará sozinha e vai harmonizar todo o conjunto”, explica a projetista de ambientes. Mestre em construção civil e professor na Universidade Fumec, o arquiteto e urbanista Jacques Alyson Lazzarotto diz que há outras vantagens além do controle da luminosidade. “Também podem oferecer melhor sensação acústica ao ambiente e composição estética”, acrescenta, dizendo que esses efeitos também podem ser obtidos com o uso de tapetes.

Para a arquiteta Simone Andrade Martins, algumas mesas são curingas nos projetos, principalmente no que se refere à funcionalidade
Para a arquiteta Simone Andrade Martins, algumas mesas são curingas nos projetos, principalmente no que se refere à funcionalidade
 
A arquiteta Simone Andrade Martins diz que as peças podem, ainda, delimitar os espaços. “Como num único cômodo podemos ter mais de um ambiente, contamos com os tapetes para defini-los, sem contar o charme, texturas e cores que temos. Os tapetes têm história e cada canto do mundo conta a sua por meio deles, de suas tramas, figuras e cores”. Definido pela arquiteta como acessório chave na decoração, o tapete aquece e dá cor. “Até mesmo suas texturas e desenhos mudam o ambiente com propriedade”. Tânia Guerra confirma as propriedades desse artigo, disponível nos mais variados tamanhos, formatos e cores. “O tapete aquece, limita os espaços e é uma peça chave para finalizar a decoração. Sua enorme gama de cores e tramas nos permite ajustar seu formato e tamanho, adequando-o ao espaço escolhido.”

No sofá
O colorido aos espaços também pode ser conseguido com o uso de almofadas. Feitas dos mais diversos materiais, podem chegar a ter formas inusitadas e divertidas. Tudo depende da imaginação e da criatividade de quem as produz. “De caráter extremamente estético, servem para compor o ambiente, mas também podem servir para melhor acomodar as pessoas ao sentar”, completa Jacques Lazzarotto.

Para a designer de ambientes Ana Cristina Gonçalves, as almofadas são indispensáveis nos estofados. “Elas colorem e, às vezes, fazem com que eles fiquem mais discretos, dependendo dos tecidos de que são feitas. Funcionam como uma joia em uma pessoa, dando personalidade”, considera. Utilizar o recurso possibilita dar novo aspecto ao ambiente, revitalizando-o, caso seja usado da maneira adequada. “Se quiser dar uma cara nova para seu sofá sem trocar o tecido, brinque com as almofadas, abuse da criatividade, use cores, listras, estampas. Elas aquecem, colorem e são muito aconchegantes”, diz Tânia Guerra.

A magia está nos detalhes
Acertar no emprego dos itens de decoração pode transformar os ambientes. Da ampliação dos espaços ao aumento da luminosidade, são vários os truques na utilização de acessórios

Com a escolha correta dos itens de decoração é possível fazer verdadeiras transformações nos ambientes. Os resultados surpreendem os olhos e chegam a se assemelhar às mágicas feitas por ilusionistas. O uso de espelhos e da iluminação, por exemplo, quando bem dosados, transformam completamente os ambientes. “Os espelhos dão a sensação de ampliar e até de iluminar o ambiente. Podem ser apresentados na forma de quadro com molduras mais clássicas, trabalhadas ou mais modernas, lisas ou na forma de painel ou revestimento”, explica o professor de arquitetura Jacques Lazzarotto. Os espelhos também podem marcar a entrada da sala ou o acesso principal, ou serem instalados em um ambiente de passagem.

Quanto à iluminação, ela ganha destaque em abajures, que conferem ambientação mais sofisticada. De acordo com Jacques, o recurso propicia uma iluminação de extremo bom gosto, com luminosidade amena e uma grande sensação de aconchego. “Seja apoiado sobre mesa de canto, criado-mudo ou luminária de pé, a altura da iluminação distribuída de forma difusa, com facho de luz diretamente para cima e para baixo e por meio da cúpula, de forma difusa, pela baixa opacidade que a cúpula pode ter”, sugere.

O professor de arquitetura Jacques Lazzarotto recomenda plantas para ajduar a quebrar a aridez de determinados locais dos imóveis
O professor de arquitetura Jacques Lazzarotto recomenda plantas para ajduar a quebrar a aridez de determinados locais dos imóveis
 
A projetista de ambientes da Maria Alice Decorações, Tânia Guerra, caracteriza a iluminação do abajur como muito romântica e aconchegante. Mas essas não são suas únicas propriedades. Segundo a profissional, a peça é ótima é funcional, já que possibilita a leitura em lugares pontuais. “Além disso, valoriza os cantinhos especiais da casa”, comenta. Já o uso dos espelhos possibilita a “correção” de pequenas imperfeições ou conferir a sensação de que os ambientes pequenos são maiores.

De acordo com a decoradora Luciane Della Croce, a primeira proposta dos espelhos é aumentar as proporções de uma maneira que ela considera divina. Aliadas a isso, há as propriedades de rebater a luz e os objetos e refletir as cores que compõem os ambientes. “Nunca me canso de usar esse recurso. As amplas possibilidades de material, variados tamanhos, formas, diferentes posições, acabamentos e cores proporcionam infinitas formas de trabalhar composições nos ambientes. Sobre o uso do abajur, destaco os efeitos fantásticos que podem ser obtidos com essa peça”, comenta.
Para destacar o abajur, é necessário contar com uma mesa lateral, móvel que também é prático para servir de apoio para controles remotos, disposição de adornos e na composição de ambientes, como indica Jacques Lazzarotto. “Dependendo das dimensões, pode servir de apoio para bandejas com utensílios (copos, pratos e talheres), bebidas, salgados, doces e tira-gosto”, sugere.

"Sobre o uso do abajur, destaco os efeitos fantásticos que podem ser obtidos com essa peça" - Luciane Della Croce, decoradora
 
Apoio
Com funções semelhantes, a mesa de centro é outro recurso para compor o ambiente. O móvel permite dispor adornos com destaque e funcionalmente. Serve para livros, revistas, controles remotos, que hoje em dia estão em profusão, e, de forma muito prática em reuniões e festas, bandejas e comes e bebes. “Se o ambiente não as comporta, podemos recorrer às laterais para ajudar nessa função. Para esses casos, temos as mesas ‘ninho’, que, encaixadas umas dentro das outras, podem ser facilmente transportadas para qualquer local do ambiente. Não podemos esquecer que elas também recebem adornos e enfeitam os espaços”, comenta Tânia Guerra.

Para a arquiteta Simone Martins, as mesas de centro são curingas na decoração, destacando-se, principalmente, pela funcionalidade. “Apoiam nossas necessidades, adornos e centralizam os ambientes. A variedade de materiais, tamanhos e estilos nos permite usar e abusar das dimensões, padronagens e quantidades. Tudo dependendo de quanto espaço temos”. Já o apoio lateral possibilita expor adornos maiores e altos. Assim como a lateral, a mesa de centro pode ser encontrada em variados tamanhos e alturas.

Natureza mais que essencial

A infinidade de opções para compor os ambientes não para por aí. Ainda há outros diversos artigos que podem até mesmo aumentar a sensação de contato com a natureza, aspecto essencial para quem não abre mão do verde. Dos mais diversos portes, as plantas possibilitam isso. Para Jacques Lazzarotto, o recurso atenua a aridez do ambiente inanimado. “Dependendo da planta, suas cores dão um toque especial e um colorido natural ao ambiente. Mesmo plantas de uma cor propiciam nuances e tons variados, que contribuem para isso.” As plantas podem, ainda, estabelecer no morador ou usuário do espaço um tipo de vínculo, pelo cuidado que necessitam, como considera o arquiteto. “Apesar de ser um vegetal, dão sensação de vida ao ambiente. Esteticamente, se bem escolhidos e cuidados, os vasos e plantas são insuperáveis, em sua maioria, mesmo se comparados aos mais elegantes adornos”.

Entretanto, ao contrário de outros objetos, é necessário considerar aspectos relativos a cada espécie – quantidade de incidência solar, adubação, podas, se for o caso, entre outros – para que o recurso possa, de fato, adornar os ambientes. “As plantas trazem vida e frescor para dentro de casa, mas precisam de cuidados especiais e local adequado”, destaca Tânia Guerra. Os cuidados passam ainda pela escolha do recipiente em que elas são acondicionadas, como diz a designer de ambientes Ana Cristina Gonçalves. “As plantas trazem vida e os vasos compõem a moldura deste quadro. Com elas, os ambientes ficam mais confortáveis, humanizados. As plantas passam sensação de vida e aconchego.”

Aliadas ou não às plantas, há as peças de pequeno porte. Indispensáveis por muitos que adoram os pequenos artigos, elas podem estar espalhadas por todos os ambientes da casa, segundo Jacques Lazzarotto. “A composição e o arranjo deles fazem com que os moradores e usuários se identifiquem com o ambiente”, considera.

Itens que ajudam a contar a história da família têm grande importância nos projetos e podem ser distribuídos de forma elegante, segundo a projetista de ambientes Tânia Guerra
Itens que ajudam a contar a história da família têm grande importância nos projetos e podem ser distribuídos de forma elegante, segundo a projetista de ambientes Tânia Guerra
 
Detalhes
A opção também possibilita um toque personalizado ao mobiliário, pois são os objetos decorativos que podem revelar muito do que são os moradores e usuários, como acredita Jacques. “Acabam sendo, em parte, uma declaração do que são as pessoas, suas experiências e histórias de vida. Esses objetos não são, necessariamente, bibelôs e souvenires de viagem. Nada contra eles, mas refiro-me a objetos que adquirem importância para as pessoas.”

Uma das peças que entram nessa lista é o porta-retrato. Para o arquiteto, o objeto é de grande importância, já que mostra momentos felizes e importantes dos ocupantes do espaço. “O porta-retrato em si já revela e compõe o ambiente de maneira diferenciada. Em se tratando da imagem, mesmo que seja de uma paisagem, já estabelece particularidades dos moradores e usuários”, diz Jacques.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro, Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »