Arquitetura brasileira ganha identidade com a diversidade e clima do país

Valorizar o que temos de melhor - esse é o lema de uma geração de arquitetos e designers que busca traços da identidade nacional

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 03/02/2014 08:42 / atualizado em 03/02/2014 08:59 Juliana Contaifer /Correio Braziliense
O uso de materiais nacionais também faz parte da brasilidade. Madeira, pedra e concreto fazem parte do design  - Joana França/Divulgação O uso de materiais nacionais também faz parte da brasilidade. Madeira, pedra e concreto fazem parte do design
 
 
Por muitos anos, a arquitetura e o design brasileiros tiveram pouca identidade. Sem muita confiança, a moda por aqui era sempre o que fazia sucesso no exterior, ainda que a realidade internacional fosse bastante diferente do clima tropical e da diversidade brasileira. Tivemos cozinhas americanas, cerâmicas importadas e diversos materiais que não se adequavam à nossa realidade. “Apenas se copiava o que vinha do exterior, as pessoas achavam que era melhor e pouca gente fazia os próprios designs. Demorou, mas finalmente caiu a mentalidade que o de fora é sempre melhor”, afirma Esther Schattan, fundadora da Ornare. Agora, a palavra que define a nova fase em decoração, design e arquitetura é brasilidade.

Joana França/Divulgação
Mas, afinal, o que é brasilidade? Para o designer Zanini de Zanine, é reconhecer o que temos de melhor. “Aprendi com meus pais a valorizar esse universo. Temos um território com informações únicas, gerado a partir de misturas. Eu sempre foco no que é a cultura e a identidade brasileiras quando parto para um novo trabalho. Essa é a essência do que faço”, explica. Já para o designer Guto Índio da Costa, a brasilidade tem a ver com o uso de materiais nacionais e o respeito ao contexto. “No caso específico da minha última criação de armários, é um projeto permeável, que preza pela ventilação e que é uma adaptação muito óbvia ao nosso clima”, conta.

Para o arquiteto Pedro Grilo, brasilidade é o sentimento de pertencer ao Brasil e de criar como brasileiro. “A arquitetura brasileira é muito característica, herdamos de Portugal algumas coisas e as adaptamos ao clima brasileiro. Nossa arquitetura é bem marcada por aberturas, janelas amplas, ventilação natural e elementos tradicionais, como cobogós e tijolos de barro”, conta. O arquiteto conta que as estruturas de concreto também caracterizam bem o design brasileiro e que os projetos daqui são muitos diferentes dos europeus, uma vez que o brasileiro é um ser coletivo e que curte os ambientes coletivamente. “Nos encontramos ao redor da cozinha e gostamos de farra, e os projetos têm que entender isso”, explica.
 
Revestimentos nativos, parede de bambus e os móveis treliçados dão um toque rústico ao ambiente com identidade brasileira - Haruo Mikami/Divulgação Revestimentos nativos, parede de bambus e os móveis treliçados dão um toque rústico ao ambiente com identidade brasileira
 

Para a arquiteta Fátima Alvim, o design brasileiro é um reflexo da vida moderna. Sem muito tempo para se preocupar com a manutenção da decoração, o objetivo é ter uma casa aconchegante e confortável, mas que seja funcional e moderna. “E, para isso, usa-se muita madeira. Não como material para o chão, dá muito trabalho limpar e cuidar, mas nos móveis e nos detalhes. Para dar um ar mais moderno, usa-se vidro”, explica a arquiteta.

Esther Schattan afirma ainda que a brasilidade vai um pouco além da adaptação ao clima. “Brasilidade é esse espírito alegre, essa energia boa, essa força que a gente tem, apesar das dificuldades. Brasileiro não é só verde e amarelo, vermelho também é brasileiro, a gente adora preto...”

Tags: moradia

Anúncios do Lugar Certo

Outros artigos

ver todas
05 de outubro de 2016
26 de setembro de 2016
23 de setembro de 2016