Apartamentos compactos apostam em cozinhas mais multifuncionais

Arquitetos e decoradores ensinam truques para você não abrir mão de ter uma "sala de jantar", mesmo quando o espaço do apartamento é minúsculo

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 10/02/2014 08:55 / atualizado em 10/02/2014 10:14 Gláucia Chaves
Em épocas de moradias diminutas, a enorme mesa com seis, oito ou mais lugares precisou dar lugar a opções mais compactas - Marli Rodrigues/Divulgação Em épocas de moradias diminutas, a enorme mesa com seis, oito ou mais lugares precisou dar lugar a opções mais compactas
 
 
Atualmente, não é todo apartamento que pode se dar ao luxo de ter um cômodo chamado “sala de jantar”. Em épocas de moradias diminutas, a enorme mesa com seis, oito ou mais lugares precisou dar lugar a opções mais compactas. Mesas e cadeiras dobráveis, por exemplo, são alternativas para quem não tem muito espaço de sobra, mas quer uma mesa de jantar. “Não existe um tamanho mínimo para se ter uma mesa de jantar”, explica Marli Rodrigues, designer de interiores. “Em qualquer espaço, podemos colocar uma mesa. Mas, claro, em alguns casos, a pessoa terá ter de abrir mão de algo.”

Clausem Bonifacio/Divulgação
Antes de escolher a mesa ideal, Marli aconselha calcular medidas confortáveis, porém proporcionais ao espaço disponível. “Encostar uma parte da mesa na parede já ajuda a ganhar mais espaço”, ensina. Se há espaço, o ideal, segundo ela, é deixar de 80cm a 1m de distância entre a mesa e a parede. “Mas, em um ambiente pequeno, é possível deixar até 60cm e ainda continuar tendo conforto.” Para a arquiteta Silvana Andrade, a primeira coisa a se pensar é na prioridade de cada um. Se os moradores recebem muitos convidados, por exemplo, mesas multifuncionais são a melhor pedida. “Ora ela serve de mesa de jantar, ora de aparador. E pode ser também uma mesa de escritório”, enumera.

Se o apartamento não for alugado, há também a possibilidade de transformar a parede que separa a cozinha da sala em uma bancada americana. “Quanto menos parede, mais amplo o ambiente”, completa Silvana. “Se o espaço é reduzido, quanto menos quinas, melhor, porque isso otimiza a circulação.” Cadeiras sem braço também ajudam a amenizar a sensação de espaço pequeno. Para completar, o velho truque do espelho ajuda a dar mais amplitude às minissalas de jantar, quando colocado junto da mesa. “Se a mesa for de vidro, deixa o ambiente ainda mais leve.”
 
Bazar
 
Petit mesa elástica, da Tok & Stok (R$ 498) - Divulgação/Tok & Stok Petit mesa elástica, da Tok & Stok (R$ 498)


Conjunto de mesa com quatro cadeiras estofadas, da Mobly (R$ 1.337) - Divulgação/Mobly Conjunto de mesa com quatro cadeiras estofadas, da Mobly (R$ 1.337)


Conjunto de mesa com banco de canto, da Mobly (R$ 1.199) - Divulgação/Mobly Conjunto de mesa com banco de canto, da Mobly (R$ 1.199)

 
Flippy mesa dobrável, da Tok & Stok (R$ 955) - Divulgação/Tok & Stok Flippy mesa dobrável, da Tok & Stok (R$ 955)


Bancada Pequena Tate Cerezo e Cereja, do Meu Móvel de Madeira (R$ 349) - Divulgação/Meu Móvel de Madeira Bancada Pequena Tate Cerezo e Cereja, do Meu Móvel de Madeira (R$ 349)


Mesa parede dobrável Lucy, da Tok & Stok (R$ 398) - Divulgação/Tok & Stok Mesa parede dobrável Lucy, da Tok & Stok (R$ 398)

 

Tags: construção

Anúncios do Lugar Certo

Outros artigos

ver todas
05 de outubro de 2016
26 de setembro de 2016
23 de setembro de 2016