Cuide do gramado no verão e deixe o tapete verde tomar conta do quintal

A manutenção do gramado varia de acordo com cada espécie, mas os cuidados básicos garantem mais saúde e lazer para os moradores da casa

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 13/02/2014 08:00 / atualizado em 12/02/2014 17:50 CorreioWeb /Lugar Certo
No verão o gramado cresce rapidamente e, para que se mantenha saudável e bonito alguns cuidados devem ser tomados - Reprodução Internet/Blog Jardim das Ideias No verão o gramado cresce rapidamente e, para que se mantenha saudável e bonito alguns cuidados devem ser tomados

Com o clima propenso, no verão quem tem gramado em casa pode perceber que a planta cresce com rapidez. Para manter a grama saudável e bonita, alguns cuidados devem ser tomados, pois o espaço bem cuidado pode refletir na qualidade de vida dos moradores. De acordo com o paisagista Raul Cânovas, para manter um jardim saudável e com aparência de um belo tapete verde, o primeiro passo é fazer um diagnóstico de como está o gramado.

“Verifique seu aspecto, homogeneidade e cor. Veja se há manchas amareladas, plantas daninhas, irregularidades e áreas com terra aparente. A manutenção do gramado varia de acordo com cada espécie. Uma das dúvidas muito freqüentes diz respeito à quantidade de água a ser fornecida para a grama. A regra básica é que, como todas as plantas, o gramado não deve ser encharcado durante a manutenção”, explica Cânovas.

Segundo o paisagista, a irrigação da grama depende do clima da região e o tipo de grama. “O clima local e a espécie plantada, dão o tom na irrigação e determinam se deve ser feita com maior ou menor freqüência. De um modo geral, considere intervalos mínimos de 15 dias no verão e até no máximo 60 dias no inverno. Com o tempo e utilizando o seu bom-senso, é possível chegar à quantidade adequada de água”, orienta.

A poda é muito importante, pois fortalece o gramado. Dependendo da espécie, a grama cresce mais rapidamente ou mais lentamente. Em geral, aquelas indicadas para climas mais quentes crescem rápido. Devem, portanto, serem podadas com freqüência. A exceção fica por conta de certas espécies utilizadas como elemento ornamental, como a Grama Preta, que pode atingir até 10cm ou mais. “A necessidade de poda pode ser verificada pelo tamanho das folhas. Em geral, ao atingirem 2 a 3cm já podem ser podadas”, disse o paisagista.

As plantas daninhas acabam com a beleza uniforme de qualquer gramado. Para evitá-las a prevenção ainda é o melhor remédio. Manter o gramado saudável e na altura correta estimula seu adensamento, evitando assim a germinação das sementes de plantas daninhas que são dependentes da luz. Da mesma forma evita-se também que as ervas já enraizadas, produzam sementes e se multipliquem.

Algumas espécies de gramas são mais tolerantes a certos produtos que outras. Em qualquer caso, se for utilizar herbicidas ou outros agrotóxicos é importante que um engenheiro agrônomo seja consultado. “Aproveite e fale com ele sobre a análise de solo, além de pragas e doenças que estejam afetando suas plantas”, ressalta Cânovas.

As plantas daninhas acabam com a beleza uniforme de qualquer gramado e para evitá-las a prevenção ainda é o melhor remédio - Reprodução Internet/Blog Jardim das Ideias As plantas daninhas acabam com a beleza uniforme de qualquer gramado e para evitá-las a prevenção ainda é o melhor remédio


Veja algumas dicas:

  • Um pé de grama é constituído por 85 % de água. Assim pode imaginar o quanto é importante a água para um gramado. Na semana que não chover regue o seu gramado.
  • Em apenas um metro quadrado, crescem cerca de mil pés de grama. Portanto, fertilize o seu gramado pelo menos no início da Primavera e no final do Verão.
  • Dica
  • Para evitar que a grama ou o mato cresçam entre as juntas dos pavimentos intertravados de concreto pode-se preparar uma mistura de água com algum herbicida e regar o pavimento com esta mistura. Para isso, use composto orgânico como cobertura, ou regue com alimento solúvel para gramados (phostrogen), duas medidas em cada 5 Its de água. Se preferir, use NPK de fórmula 20-10-10 ou aproximada, à razão de 50 gramas por metro quadrado.
  • Após cortar a grama, varra vigorosamente o gramado. Se as aparas permanecerem, acabarão por formar uma camada de palha seca, ou feltro, que prejudicará o arejamento do solo e a própria saúde do gramado.
  • Durante os meses muito chuvosos, é possível que o seu gramado adquira uma aparência rala e amarelada. Isso costuma revelar, a presença de fungos. Combata com o produto adequado.
  • Uma vez por ano convém cobrir a grama com uma leve camada de terra. Isso possibilita o nivelamento do gramado e dá-lhe vida nova. Use terra de profundidade (retirada a, pelo menos, 50 em abaixo do nível do solo), de maneira a se prevenir da formação de ervas daninhas.

Com informações do Blog Jardim das Ideias

Tags: inglaterra

Anúncios do Lugar Certo

Outros artigos

ver todas
05 de outubro de 2016
26 de setembro de 2016
23 de setembro de 2016