Revestimentos diferentes dão personalidade e visibilidade aos banheiros

Cada vez mais surgem novas opções que tornam a decoração do ambiente tão importante quanto a do resto da casa

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 25/02/2014 08:01 / atualizado em 18/02/2014 15:56 Lilian Monteiro /Estado de Minas
O mercado dispõe de revestimentos com diversos efeitos e texturas, que podem ornamentar vários projetos arquitetônicos  - Divulgação/Jomar Brangaça O mercado dispõe de revestimentos com diversos efeitos e texturas, que podem ornamentar vários projetos arquitetônicos
 
 
O banheiro já não é o mesmo. Ainda bem! Com variedade de materiais, a cada ano surgem novos revestimentos que tornam a decoração do ambiente tão importante quanto a do resto da casa. Porcelanatos que reproduzem madeira e cimento, pastilhas diferentes, ladrilho hidráulico (o estilo retrô como detalhe na parede ou piso), enfim, a única regra é bom gosto para ter um espaço aconchegante e bonito. Fato é que banheiro agora exige personalidade, já que ganhou visibilidade. Em projetos abertos, integrados ao quarto, ou fechados, eles querem estilo, seja ele colorido, discreto, luxuoso, básico, clássico ou descolado. As opções são tantas que é preciso pesquisar para encontrar aquele que combine com sua decoração. Para quem está com o orçamento apertado e pretende reformar o banheiro, basta investir no revestimento. Ele pode ser um detalhe de pastilha que vai fazer diferença. Ou então tem como usá-lo como acabamento numa parte da parede ou em outros locais estratégicos como acima da bancada da pia. A regra é que case com o estilo do banheiro, cores e texturas.

A arquiteta Mariana Borges, do Escritório Borges Godoy Arquitetura e Interiores, diz que o mercado oferece tantas opções, de A a Z, que nem sempre o mais caro é melhor e o mais barato, pior. Tem da simples cerâmica até a pastilha mais elaborada. “Os revestimentos que imitam materiais naturais são a inovação da área. O porcelanato que reproduz desde a madeira de demolição até as nobres é especial. Há outros que imitam couro e cimentícios.” Ela conta que são tão versáteis e bonitos que cabem não só nos banheiros ou ambientes de área molhada, como na sala de estar e até quartos, na cabeceira de cama. “O rejunte está cada vez mais fino e é possível colocar um painel inteiro sem divisão.”

Mariana explica que a decoração vive momento muito ligado à moda. Então, não existe uma regra de só usar branco ou linhas retas. “A hora é das misturas, dos arabescos no porcelanato até o azulejo português.” Outra novidade dessa miscelânea permitida é cimentício no alto ou baixo-relevo recebendo pintura. Aliás, os pisos cimentícios para áreas externas e internas têm virado febre e são à base de concreto e pedras naturais. Já os revestimentos cimentícios são ótima opção para quem busca inovação agregada a um vantajoso custo-benefício. “O que existe é uma atualização dos materiais, mais resistentes à abrasão de produtos químicos e à água, que nos dá cada vez mais opções.”
 
Divulgação/Daniel Mansur
 

Para Mariana, os revestimentos estão tão bacanas que o banheiro está virando “sala de banho pela nobreza dos materiais à disposição, que o torna um ambiente também de relaxamento e encontro”. A arquiteta lembra que a riqueza de materiais permite trabalhar com espaços pequenos com “o uso inteligente de grandes peças em tons claros para criar a sensação de amplitude”. Outra dica para levar em conta é o cuidado na escolha do material para não deixar o banheiro frio demais, mas aconchegante e prático. “Além dos revestimentos, temos variedade de louças e metais com design e cores que nos permite escolher e ousar. Antigamente, eram louças coloridas (azuis, rosas e verdes), que caíram em desuso para a entrada só das brancas. Agora, chega o marrom fosco em vasos e cubas com design diferenciado. E estão de volta os metais dourados requintados, luxuosos e modernos, que são usados ao lado do prata. Outra ‘permissão’ que vem da moda.” Mas a arquiteta lembra: “Casa não segue modismo. Casa tem de ter a cara do dono, inclusive o banheiro”.

Inusitados
 
A designer de interiores Cristina Bárbara, do Escritório Cristina Bárbara – Arquitetura e Interiores, de São Paulo, destaca como novidade “as pastilhas decorativas em várias formas e cores” e como moda “porcelanatos diversos, vidros coloridos e cerâmicas com desenhos geométricos”. Para ela, são dois os erros mais comuns na hora de escolher o revestimento do banheiro: “Comprar os inadequados para áreas molhadas e, em banheiros pequenos, não utilizar revestimentos em cores escuras”. E alerta que o revestimento define a decoração, já que “o estilo do banheiro deve conversar com ele”.

Cristina enfatiza que, se quiser um banheiro inusitado, diferente e marcante, surpreenda nas cores. “Os ousados têm vidros coloridos, pastilhas com grafismo e fórmicas estampadas e são utilizados em projetos menores ou em banheiros infantis. Já os clássicos, porcelanatos e mármores, são adequados para espaços grandes e em banheiros que tenham sala de banho.”

Revestimento que tem feito sucesso é o seixo negro da Mosarte, opção que revela a riqueza e a beleza natural das pedras modeladas pelas águas dos rios. As pedras são agrupadas em telas, o que permite que o revestimento seja aplicado em paredes internas e externas e em superfícies lisas ou curvas. As pedras estão disponíveis nas cores cristal, um tom branco com nuances beges e acinzentadas; negra, que traz a beleza das pedras pretas; e rubi, que, assim como as joias, tem a elegância preciosa do terracota. “Se o material escolhido for escuro, é preciso que o ambiente tenha iluminação natural em abundância. Ou então que, no projeto, a iluminação seja de destaque”, ensina Mariana Borges.
 
Divulgação/Dropbox
 

Tags: tecnologia

Anúncios do Lugar Certo

Outros artigos

ver todas
05 de outubro de 2016
26 de setembro de 2016
23 de setembro de 2016