Mostra Casa Viva expõe tecnologias avançadas e sustentáveis para habitação

Ambientes inteligentes saíram do mundo da ficção científica para a vida real. Na Mostra Casa Viva, você pode conferir algumas dessas novidades

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 21/04/2014 08:00 Juliana Contaifer /Correio Braziliense
Ao entrar em casa depois de um dia cansativo, é só falar em voz alta: “Angela, ligue a lareira”. Imediatamente, as luzes mudam e a lareira a gás acende. Você se senta em uma poltrona confortável e liga o som. Para não incomodar ninguém, as caixas de som especiais não vazam a música — só quem está sentado na cadeira consegue escutar. Essa sala futurista, que mais parece o lar dos Jetsons, já existe e pode ser visitada na Mostra Casa Viva, em cartaz até 4 de maio no Pontão do Lago Sul.

O objetivo dos expositores é mostrar o que há de mais avançado (e sustentável) em tecnologia de habitação. Por exemplo, a estrutura sobre a qual os arquitetos brasilienses montaram os ambientes é feita com um tipo de vidro que permite temperaturas amenas, dispensando o uso de ar-condicionado. Entraram no projeto diversos materiais reutilizáveis (a ideia é empregá-los nas próximas edições do evento) e recursos como o cimento estampado, que também é amigo da natureza, pois imita madeira. Até o paisagismo é inteligente — uma das áreas disfarçada de grama recolhe a água da chuva para outras utilizações.

Living

A inspiração da decoração do ambiente assinado pela arquiteta Raquel Fechina foi o Lago Paranoá. Nas paredes, imitando madeira, estão painéis de PVC estampado. O sistema de segurança da casa foi feito para garantir que os moradores estejam sempre confortáveis — uma estação acoplada à parede tem contatos de emergência (Corpo de Bombeiros, Polícia etc.) que podem ser acionados com um toque.

Edgard César/Divulgação


Cozinha

A ampla cozinha indealizada pela designer de interiores Elaine Verçosa é automatizada com um sistema touchscreen que controla as cortinas, a iluminação, o som ambiente, as telas solares, o ar- condicionado e até o gotejamento de água para a horta vertical e a jardineira de limões. A casa conta com um sistema interno de sucção, que funciona como um aspirador de pó. Basta conectar a mangueira nas diversas saídas espalhadas pelo cômodo.

Edgard César/Divulgação


Escritório do empresário

A decoração do projeto de Deborah Pinheiro dá preferência aos tons cinzas para manter o ambiente com uma pegada urbana, mas faz o contraponto com o carpete verde. A televisão é controlada por gestos a distância, e o som é direcionado em cima da poltrona — quem senta longe não escuta nenhum barulho. A porta do cômodo é controlada via smartphone: é preciso uma senha para abrir, e é possível até programar códigos que só funcionam, por exemplo, em determinados dias da semana.

Edgard César/Divulgação


Loft do empresário

O cômodo inteligente, desenhado por Angela Brito, conta com a presença da avatar Angela, que responde a comandos de voz ou tablet. A sala conta com lareira a gás e lâmpadas de LED, que ajudam na economia de energia. Na suíte, a cama de alta tecnologia tem uma rede como estrado, permitindo o completo relaxamento dos músculos. A banheira, abaixo do nível do chão, foi produzida em Dekton, um novo material resistente à temperatura e desgastes, e o vidro do box pode se tornar transparente ou leitoso com o toque de um botão.

Edgard César/Divulgação

Tags: inglaterra

Anúncios do Lugar Certo

Outros artigos

ver todas
05 de outubro de 2016
26 de setembro de 2016
23 de setembro de 2016