Empresas incorporam obras de arte em empreendimentos

Projetos residenciais e comerciais vêm usando painéis, quadros e esculturas de vários artistas para valorizar os ambientes

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 29/05/2014 08:00 / atualizado em 26/05/2014 16:08


Diversas empresas de construção civil vêm incorporando obras de arte em seus projetos, como forma de agregar valor ao empreendimento e democratizar a arte. Painéis, quadros e esculturas de vários artistas são integrados ao ambiente, o que traz modernidade e elegância ao local.

O BHD Pinheiros, empreendimento residencial em fase de lançamento pela Brookfield Incorporações, terá em sua fachada 45 painéis pintados pelo artista espanhol David Dalmau, feitos especialmente para o edifício. As obras de arte poderão ser vistas por quem passar em frente às duas torres, na Avenida Eusébio Matoso.

Empreendimentos comerciais também estão aderindo à tendência. O ArtWork, também da Brookfiled, que será lançado no segundo trimestre deste ano, terá como símbolo um pin revestido com um quadro do artista brasileiro Roberto Camasmie. Depois que o edifício estiver pronto, quem passar pela Avenida Domingos de Morais poderá ver a obra.

O Habitarte, feito pela Yuni e Stan, com a primeira fase lançada em 2013, terá uma obra exclusiva dos irmãos Fernando e Humberto Campana no vão livre entre as duas torres residenciais e a decoração do hall de entrada feita pelos dois. Na segunda fase, a praça privativa será projetada pelo paisagista Luiz Carlos Orsini.

Em Indaiatuba, no interior de São Paulo, o empreendimento residencial Due, da Congesa, terá uma escultura do artista Rodrigo de Camargo Andrase, feita em bronze patinado e coloração esverdeada. A obra, que terá 1,70 metros de altura, é uma homenagem à memória do italiano Rafaelo Fantelli, patriarca da família proprietária da área do empreendimento.

Por fim, o Hay Luxury Home Design, residencial da CFL, em Florianópolis, terá uma obra da artista plástica Giovana Zimermann. A arte hi-tech será representada por uma escultura de tubos que crescem no jardim como uma planta, mas serve também como mobiliário urbano. O trabalho é formado por três bancos que ficarão juntos com um chuveiro e torneiras.



Fonte: PiniWeb

Tags: decoração

Anúncios do Lugar Certo

Outros artigos

ver todas
05 de outubro de 2016
26 de setembro de 2016
23 de setembro de 2016