Construtoras apostam em projetos que incluem bicicletários

De olho nos adeptos do transporte alternativo, algumas construtoras estão investindo em projetos que incluem as magrelas

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 01/12/2014 08:12 / atualizado em 01/12/2014 11:08
Gerente de uma construtora, Fenelon Vieira de Matos Filho diz que a empresa passou a incorporar o bicicletário aos novos projetos  - Beto Novaes/EM/D.A Press Gerente de uma construtora, Fenelon Vieira de Matos Filho diz que a empresa passou a incorporar o bicicletário aos novos projetos


Do improvisado quartinho de depósitos para um verdadeiro projeto arquitetônico. Esse é o percurso que os ciclistas, que já consolidam direitos importantes na esfera pública, vêm conquistando nas áreas internas dos condomínios. Com o boom das bikes, cresceu o número de reclamações dos moradores por mais espaços e qualidade nos bicicletários.

De acordo com Daniel Valença, da Associação Metropolitana de Ciclistas do Grande Recife (Ameciclo), é preciso adotar modelos mais apropriados, que ajudem o ciclista na hora de guardar o veículo. “Geralmente, usa-se o modelo que chamamos de ‘açougue’, porque deixa a bicicleta pendurada. Não é o ideal, mas economiza espaço”, diz. Para ele, a bicicleta também precisa ser tratada como prioridade e ser vista como um veículo importante para o deslocamento.

Leia mais notícias em Últimas

De olho nessa demanda, a construtora Queiroz Galvão inova e, a partir de 2015, apresenta lançamentos que além de oferecer o bicicletário tradicional, contarão com uma estação de bike share, um sistema de compartilhamento de bicicletas que será administrado pela gestão do condomínio. Para Carol Boxwel, superintendente comercial e de marketing da construtora, o sistema ajuda a construir um novo olhar sobre a cidade. “A questão das bicicletas vai além da mobilidade. Nós queremos que as pessoas conheçam melhor a cidade, que elas contemplem mais o nosso espaço, e tudo isso com a bicicleta”, esclareceu Carol.

Cravado no bairro de Santo Amaro, o edíficio Aurora Trend, da Moura Dubeux, foi além do mero bicicletário. O prédio tem espaço segregado dos carros e disponibiliza uma vaga de bicicleta por apartamento. “Queremos mostrar que a bicicleta merece o mesmo valor que o carro. Com isso, no Aurora Trend haverá um espaço próprio para as bicicletas, e não um rearranjo”, explica Tony Vasconcelos, superintendente de marketing da Moura Dubeux.

Anúncios do Lugar Certo

Outros artigos

ver todas
05 de outubro de 2016
26 de setembro de 2016
23 de setembro de 2016