Proximidade do verão é incentivo para renovar as áreas externas

Momento é ideal para mudar o visual da varanda e do jardim. Arquitetos, designers e paisagistas dão boas dicas para quem deseja incrementar a parte de fora da casa

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 05/12/2014 08:22 Zulmira Furbino /Estado de Minas
A paisagista Carla Pimentel ressalta que o jardim não segue tendências e precisa de um bom projeto para ser sustentável - Jomar Bragança/Divulgação A paisagista Carla Pimentel ressalta que o jardim não segue tendências e precisa de um bom projeto para ser sustentável


O verão está chegando e, com ele, a vontade de renovar a área externa da casa, preparando-a para bons momentos de confraternização, de relaxamento e descanso. Por isso mesmo, antes que as chuvas cheguem para valer, agora é a hora ideal para quem quer dar aquela mexida na varanda, na cobertura e nos jardins. É o que dizem especialistas como arquitetos, paisagistas e decoradores. As sugestões vão desde uma pequena recuperada no jardim até a quebradeira, com troca de pisos e instalação de bancadas. Neste período do ano, vale tudo, menos ficar trancado na parte interior da sua moradia. Para isso, é hora de abusar dos vasos, adornos, móveis resistentes à água e, por que não, de uma necessária reforma na área externa.

Sheila Mundim, sócia do escritório Sheila Mundim Arquitetura e Design de Interiores, observa que, para quem quer preparar a área externa para o verão, mas tem pouco espaço para isso, uma dica é fazer uma pequena horta ou até um jardim vertical. “Muitos clientes querem dar um ar de casa ao apartamento. Para isso, podemos resgatar materiais como pisos amadeirados, que são práticos para a área externa e cujas texturas têm um visual cada vez mais natural”, informa. De acordo com ela, para quem gosta de receber, vale agregar ao ambiente externo uma adega climatizada e um cooktop de duas bocas, sem contar as churrasqueiras elétricas que estão chegando ao mercado brasileiro. Outra dica é a utilização de mosaicos cerâmicos no lugar dos ladrilhos hidráulicos. “Eles saem mais em conta porque são comercializados no tamanho 60cm X 60cm, quando o ladrilho mede 20cm X 20cm. A vantagem é dar um toque de cor sem tornar o ambiente cansativo.” Isso funciona muito bem para aqueles casos em que a varanda não é inteiramente integrada à sala. “É um toque rústico moderno”, afirma.

Veja mais fotos de áreas externas


Sheila Mundim, designer de interiores, diz que uma opção para áreas menores é investir em pequenas hortas e jardins verticais - Petrônio Amaral/Divulgação Sheila Mundim, designer de interiores, diz que uma opção para áreas menores é investir em pequenas hortas e jardins verticais


Em qualquer caso, quem está interessado em mudar sua área externa deve ter em mente o que deseja, porque é a partir daí que arquitetos, designers, decoradores e paisagistas vão pensar o projeto. “As mudanças na área externa para a chegada do verão dependem muito do que o cliente quer. Se é uma obra maior, com modificação de piso, por exemplo, podemos trabalhar com materiais antiderrapantes, pedras impermeabilizadas e até porcelanatos, já que a região recebe chuva e, do contrário, poderia ficar escorregadia”, ensina Ana Paula Massote Rohlfs, arquiteta e designer de interiores. De acordo com ela, a composição com o paisagismo é essencial. “Em apartamentos ou casas menores, é interessante usar vasos com folhagens, que são mais funcionais. No caso de flores, sempre será preciso trocar”, avisa. Também é interessante o uso de madeiras recicladas nas áreas externas, como varandas, além de móveis, cadeiras e chaises. “Como o verão é uma estação colorida, gosto de usar cores”, observa. Nesse sentido, segundo ela, uma alternativa são almofadas coloridas estampadas ou listradas, fazendo uma composição harmônica com os móveis. Peças como gardens (pufes de louça coloridos), banquetas e até um aparador também podem dar mais charme ainda ao ambiente.

A arquiteta Ana Paula Rohlfs diz que é importante aliar a decoração e o projeto ao paisagismo - Jomar Bragança/Divulgação A arquiteta Ana Paula Rohlfs diz que é importante aliar a decoração e o projeto ao paisagismo


Quando o assunto é paisagismo, a palavra fica com a paisagista Carla Pimentel. De acordo com ela, o período atual é ideal para quem quer revitalizar ou fazer um novo jardim, além de promover reformas na área da piscina, cobertura, espaços gourmets voltados para fora da casa. “Para o jardim, a ideia é fazer uma revitalização antes que venham as chuvas mais fortes. Mudanças de piso e pergolados também podem ser feitos neste período do ano, quando a pluviosidade ainda está esparsa.”

Composição de Ana Paula Rohlfs - Jomar Bragança/Divulgação Composição de Ana Paula Rohlfs


“As chuvas trazem benefícios para o jardim, mas o mesmo não acontece com a obra”, alerta. A paisagista sustenta que jardins são atemporais e, por isso mesmo, não seguem nenhuma tendência. “Existe um bioma do cerrado no Brasil e por isso as plantas tropicais são ideais para o país. Paisagismo não é como decoração, que muda sempre. Jardins são perenes e necessitam de projetos pasiagísticos bem elaborados.” O importante, para ela, é criar um jardim que seja sustentável, do contrário, todo o trabalho estará perdido em dois anos. “Isso vale ainda para casas, coberturas com jardineiras impermeabilizadas ou vasos. O princípio do paisagismo é o mesmo”, conclui.

Anúncios do Lugar Certo

Outros artigos

ver todas
05 de outubro de 2016
26 de setembro de 2016
23 de setembro de 2016