Jardins verticais são forma de levar a natureza para espaços pequenos

A recomendação para a montagem do jardim é escolher plantas de fácil adaptação e que não tenham raízes agressivas

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 15/06/2015 10:16 / atualizado em 12/06/2015 18:20 CorreioWeb /Lugar Certo
Reprodução / Internet


Transformar uma parede em jardim pode ser a solução para espaços pequenos, ou apenas para dar um novo visual ao espaço. Não importa se é casa, apartamento ou escritório, as plantas vão garantir mais vida e cor ao ambiente, basta escolher as certas, de acordo com a necessidade.

Leia mais notícias em Arquitetura e Decoração

Para começar a montar um jardim, é preciso escolher, de preferência, plantas leves, com raízes curtas e que se adaptem ao ambiente escolhido. Plantas com raízes grandes e agressivas devem ser evitadas, pois podem danificar a estrutura de suporte. A luz solar que o espaço recebe também deve ser analisada com antecedência. Em fachadas de construções, o sol e ventos intensos podem ser prejudiciais para muitas plantas, já jardins protegidos e em locais semi-sombreados pedem outras espécies.

Reprodução / Internet


Se a intenção é montar um jardim vertical bem fechado, as plantas devem ser pendentes ou semi-pendentes, como samambaias, tostões e columéias e rendas-portuguesas. Espécies epífitas ou rupícolas também são indicadas, pela boa adaptação em espaços com condições com pouco substrato, ventos e outras adversidades. Escolher plantas perenes, ou seja, com ciclo de vida longo, evita que o dono precise fazer uma manutenção constante. A exceção é para espaços dedicados ao plantio de hortaliças, que pede cuidado frequente

Reprodução / Internet

Anúncios do Lugar Certo

Outros artigos

ver todas
05 de outubro de 2016
26 de setembro de 2016
23 de setembro de 2016