Cubas de impacto fazem toda diferença na decoração do banheiro

Ambiente de destaque na hora de construir ou reformar, o banheiro recebe atenção especial de arquitetos e decoradores. E a cuba torna-se a estrela de vários projetos

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 01/07/2015 08:22 Lilian Monteiro /Estado de Minas
Projetos da arquiteta Evelin Sayar - Marcelo Magnani/DivulgaçãoJ.Vilhora/Divulgação Projetos da arquiteta Evelin Sayar


Os projetos arquitetônicos dão cada vez mais atenção para os banheiros. Com decoração elaborada, peças de design e materiais de qualidade, esse ambiente, muita vezes, assume o estilo de um spa com muito luxo e conforto. Mas, se não tem espaço para tanto, uma dica para montar um banheiro bacana é investir em cubas de impacto. O acessório pode fazer toda a diferença, além de criar a sensação de aconchego.

A arquiteta de São Paulo Evelin Sayar diz que a cuba pode ser o destaque do banheiro, ao ficar em evidência, ou dar a sensação de 'nada', se se optar por deixá-la como continuação do tampo. Ela enfatiza que, antes de comprar a peça, é importante entender a expectativa do cliente, alinhar as ideias dele e identificar no projeto quais as possibilidades de materiais e tamanhos.

Leia mais notícias em Arquitetura e Decoração

A variedade de formas, cores, materiais e tamanhos é tanta que a arquiteta fala da possibilidade de ousar. Mas avisa: “O cliente pode ser ousado o quanto ele aguentar olhar para a cuba e cada vez mais se sentir apaixonado por ela. Sempre digo que quem irá olhar e usar as peças de um ambiente são os clientes, então a paixão é fator determinantes para o sucesso do projeto”.

Cubas de policarbonato e de ônix - Open Casa/Casa Outlet Shopping Cubas de policarbonato e de ônix


Com tantas opções, é complicado indicar no que investir. No entanto, Evelin aponta as que estão em alta. “As pedras, até as artificiais, continuam em evidência. Há cubas de diversos tipos de materiais, como louça, policarbonato, inox, vidro e até ferro. O ideal é investir sempre em um material de maior durabilidade e que se adeque ao resto do banheiro. Entre metais ou pedras, fico com os dois, cada um tem o seu espaço, dependendo do projeto.” Ela alerta que cabe ao profissional escolher a melhor opção de cuba para compor o resto do banheiro. “Dependendo, dá para inserir uma cuba de aço inox em um estilo clássico. Vai muito da proposta que se criou para o ambiente.”

Cláudio Medeiros, gerente administrativo de vendas da Santa Cruz Acabamentos, em Belo Horizonte, diz que a tendência do mercado são cubas de apoio com formato retangular, a fim de substituir lavatório com colunas. “As cubas de embutir ganham espaço por apresentar um design moderno e sofisticado pelo seu tamanho 39cmx30cm, instaladas sobre bancada de granito, trazendo praticidade e conforto. A cor branco neutro combina com vários tipos de paginação, já que é a mais comercializada e com preços a partir de R$ 33,30.”

Uma opção destacada neste projeto é a cuba como continuação do tampo - J.Vilhora/Divulgação Uma opção destacada neste projeto é a cuba como continuação do tampo


Evelin Sayar chama a atenção para o bom-senso, já que há cubas coloridas (pretas, vermelhas, amarelas...) que exigem cuidado maior na composição do espaço. “E não é que sejam exclusivas para o público jovem, mas eles preferem as peças coloridas.” A arquiteta diz que, numa reforma, há questões fundamentais na hora de trocar a cuba, como peso, formato, altura... “Utilizar um bom material e prestar atenção ao local onde ela será instalada. Tem que levar em consideração o conforto e a praticidade na hora de usar o lavatório. As medidas são importantíssimas para não acarretar problemas posteriores. Vale escolher uma peça com personalidade, mas que harmonize com o resto. Boa dica é se pautar pelas cores.”

Quanto a conservação, manutenção e limpeza, Evelin lembra que as regras variam com os tipos de materiais. Por isso, peça aos fornecedores as indicações corretas para não danificar o produto. Mesmo porque há produtos com alta variação de preços e algumas peças são bem caras. “O custo/benefício será determinado pelo tipo de material que o cliente gostaria, tem peças desde R$ 100 até R$ 4 mil.” Por isso, a melhor saída é escolher um material durável e fácil de limpar. E não se esqueça: o banheiro faz parte da casa e deve estar em harmonia com o restante dos cômodos. Uma cuba boa é aquela que não espirra água e é confortável de usar. Última dica: há muitos tipos de cuba (veja quadro nesta página), portanto, pense bem antes de comprar, analise prós e contras e só decida com segurança.

OS TIPOS:

Open Casa/Casa Outlet Shopping


1) Cuba de embutir: são as mais tradicionais. Como o nome diz, ficam embutidas na bancada. Adaptáveis, têm a vantagem de disponibilizar mais espaço na bancada. Para enriquecer a composição, use material nobre e uma bela torneira.

2) Cuba de semiencaixe: a frente da peça fica afastada da bancada, suspensa, enquanto o restante do lavatório permanece embutido. Indicada para quem tem pouco espaço e precisa de uma bancada de pouca profundidade.

3) Cuba de apoio: por estar apoiado sobre o tampo, esse modelo é esteticamente imponente, mas reduz o espaço da bancada e é mais usado em lavabos ou banheiros com bancadas generosas. Há diversos formatos: quadrados, retangulares, redondos e ovais.

4) Cuba de sobrepor: garantem mais espaço na bancada do que as de apoio, porque apenas uma borda da peça fica visível, enquanto que o restante é embutido. Podem estar em banheiros que demandam itens mais funcionais do que estéticos, sem abrir mão da beleza.

5) Cuba moldada ou esculpida: feita do mesmo material da bancada, garante uniformidade e leveza. Feita sob medida, com desenho exclusivo, a cuba esculpida pode ser produzida em mármore, limestone ou porcelanato. O custo é mais alto e exige mão de obra especializada.

Anúncios do Lugar Certo

Outros artigos

ver todas
05 de outubro de 2016
26 de setembro de 2016
23 de setembro de 2016