Casa inteligente transcende filmes de ficção científica e atrai brasileiros

Programar a temperatura do ar-condicionado e fechar cortinas automaticamente deixa de ser fazer parte do cinema para se tornar realidade nos lares brasileiros

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 09/12/2015 12:04 / atualizado em 09/12/2015 12:26 CorreioWeb /Lugar Certo

Especialistas acreditam que a automação residencial já é uma realidade no país e que vai ganhar ainda mais força nos próximos anos, principalmente por causa que cada vez mais as construtoras precisam oferecer imóveis diferenciados para conquistar clientes mais exigentes - Omnihouse/Divulgação Especialistas acreditam que a automação residencial já é uma realidade no país e que vai ganhar ainda mais força nos próximos anos, principalmente por causa que cada vez mais as construtoras precisam oferecer imóveis diferenciados para conquistar clientes mais exigentes


Há alguns anos era difícil imaginar uma casa automatizada, inteligente e que tornasse o dia a dia mais prático e simples. Somente a ficção científica era capaz de idealizar um apartamento ou casa com funções eficazes como acender a luz a distância, fechar as cortinas, controlar a temperatura e visualizar câmeras internas, por exemplo. Mas o que era parte apenas dos filmes de ficção tem se tornando realidade em várias partes do mundo.

 

Os brasileiros estão mais interessados em tecnologias para controlar a casa pela internet. De acordo com a pesquisa realizada pela consultoria GfK, 90% dos brasileiros já têm consciência do que é uma casa inteligente e outros 57% acreditam que nos próximos anos, a automação residencial terá um forte impacto em suas vidas. No entanto, o número de residências que contam com tecnologias de controle ainda é pequeno: 300 mil dentro os 63 milhões de lares no Brasil, segundo dados do IBGE.


Leia mais notícias em Arquitetura e Decoração

Especialistas acreditam que a automação residencial é uma realidade no país e que vai ganhar ainda mais força nos próximos anos, principalmente se pensarmos que cada vez mais as construtoras precisam oferecer imóveis diferenciados para conquistar clientes mais exigentes. O ingresso de jovens na vida adulta com possibilidade de compra também favorece um cenário mais tecnológico para o mercado. 

Atualmente, comprar um apartamento inteligente ainda custa caro. A opção mais barata, -um imóvel sem paredes no estilo loft – tem preço entre R$ 500 mil e R$ 700 mil.

 

Confira cinco dicas para a automação residencial

 

1)  Pesquisa e planejamento: é essencial pesquisar bem as opções no mercado, para fechar negócio como uma empresa especialista em automação residencial e com bom custo-benefício. Com isso, o planejamento em sua casa ou apartamento será personalizado e adequado às suas necessidades.

 

2) Integração de sistemas: opte por um sistema de automação residencial que integre todos os dispositivos de sua casa em uma interface amigável. Quando mais aberto é um sistema de automação, mais integrado ele pode ser e também mais fácil de usar no dia a dia.

 

3) Acesso remoto: um bom sistema de automação residencial permite que você controle os dispositivos de sua casa ou apartamento sem estar no local. O acesso remoto possibilita que você apague luzes, verifique câmeras de segurança, entre outras funções, através de sua smartphone e tablet.

 

4) Tecnologia sem fio: é importante contar com um sistema de automação residencial que utilize tecnologia sem fio para integração dos dispositivos com o software, pois assim você economizará em espaço e não precisará fazer qualquer alteração estrutural na residencial.

 

5) Atualizações: para garantir o bom funcionamento do sistema de automação residencial é fundamental atualizar o software conforme orientação da empresa responsável. Verifique com atenção se todos os dispositivos permitem atualizações periódicas.

Anúncios do Lugar Certo

Outros artigos

ver todas
05 de outubro de 2016
26 de setembro de 2016
23 de setembro de 2016