Robô que constrói estruturas promete ser o futuro da arquitetura e engenharia

Base de pinos não só dar forma física à informação digital, como é capaz de aprender movimentos humanos e de manipular objetos com precisão

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 16/12/2015 12:13 / atualizado em 16/12/2015 12:19 CorreioWeb /Lugar Certo


O laboratório Tangible Media Group, conduzida pelo professor Hiroshi Ishii, tem se dedicado a pesquisar ambientes digitais para mover objetos no mundo tridimensional. O projeto mais recente é o Kinetic Blocks, uma grade de pixels móveis capaz de manipular, montar e desmontar estruturas arquitetadas no mundo virtual.



A placa é dividida em uma grade de 900 pinos, cada um deles podem ser levantados e abaixados de forma independente. Mas quando controlado por um computador, a folha se transforma em um motor de manipulação de dados capaz de interagir com os objetos da superfície, imitando movimentos que reproduzem o efeito de andaimes e catapultas.

Leia mais notícias em Últimas

Os pesquisadores acreditam que com mais avanço, esse tipo de criação poderia automatizar atividades perigosas hoje desempenhadas por seres humanos. Além de poder até mesmo expandir as capacidades de uma pessoa, replicando suas mãos em um ambiente radioativo, por exemplo, sem que ela tenha que de fato pôr as mãos ali.

Não é a primeira vez que o professor Hiroshi Ishii projeta robôs desse tipo. O Kinetic Blocks é baseado no Kinect Transform, uma interface de exibição em 3D que reage a movimentos e emoções humanas.

Anúncios do Lugar Certo

Outros artigos

ver todas
05 de outubro de 2016
26 de setembro de 2016
23 de setembro de 2016