Saiba como fazer um quarto confortável e multifuncional de hotel em casa

Segundo o arquiteto Júnior Piacesi um quarto de hotel é na verdade um miniapartamento. Uma realidade que pode ser totalmente adaptada às residências

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 21/12/2015 10:00 / atualizado em 17/12/2015 12:33 Hellen Leite
Gustavo Xavier


Os quartos de hotéis pelo mundo primam por levar ao hóspede extremo conforto, além de possuir inúmeras funções dentro de um mesmo espaço. “Quando você chega em um quarto de hotel, você tem a cama, um banheiro sempre adequado, uma bancada de escritório para a pessoa colocar o laptop e uma TV acoplada. Quando você faz o projeto de um quarto de hotel, você precisa pensar em um quarto com várias funções, como se fosse um miniapartamento. Hoje, tem quartos com uma geladeirinha e até mesmo micro-ondas”, conta o arquiteto Junior Piacesi.

Para aqueles que buscam ter o mesmo estilo prazeroso de um hotel dentro de casa, Junior Piacesi dá dicas de como transformar esse desejo possível, tendo um quarto aconchegante, confortável e funcional. “As pessoas, hoje, têm uma vida tão corrida, que um quarto multifuncional é uma forma de você levar um conforto para próximo de você. Ter, por exemplo, água por perto para não ter que andar a casa toda até chegar na cozinha. Porque que o quarto de hotel tem esse conceito, de facilitar a vida”, avalia.

Leia mais notícias em Arquitetura e Decoração

Para ter um quarto nessa linguagem, uma das dicas do arquiteto é investir na iluminação. “Você percebe que um quarto de hotel não é extremamente claro. Você pode acender, às vezes, a cabeceira, ter sempre uma luz de leitura. A primeira coisa que eu foco é na iluminação, depois as cores utilizadas de acordo com o projeto. A cor também faz essa leitura do aconchego”, explica Piacesi.

Gustavo Xavier


De acordo com o profissional, as texturas que serão aplicadas nas roupas de cama ou em papéis de parede também precisam ser bem estudadas. “A textura ajuda a levar a pessoa para um cenário, para um ambiente”, analisa.

O grande diferencial entre um quarto de hotel e um quarto residencial é a irreverência arquitetônica que um quarto de hotel pode apresentar e que, às vezes, o de uma casa não é possível. “Nos quartos de hotel que temos feito, buscamos uma coisa mais arrojada. Os hotéis primam em fazer uma suíte diferente, uma surpresa. A gente sempre tenta apresentar uma linguagem de ponta. Assim como o projeto que fizemos, onde colocamos uma banheira ao lado da cama. O banheiro você pode deixar ele todo aberto ou fechar as portas”, relata Junior.

Gustavo Xavier


Mas segundo o arquiteto, este tipo de projeto pode ser executado em casa. Vai depender do espaço que o cliente possui e como queira fazer o seu quarto. O principal é ter um ambiente aconchegante e agradável. “O importante é ter uma cama confortável, uma boa iluminação, um espaço que você possa sentar em uma poltrona e ler um bom livro. Acho legal também colocar uma geladeirinha. Pontos fortes que se adequam tanto para um quarto de hotel quanto para um quarto residencial”, encerra.

Anúncios do Lugar Certo

Outros artigos

ver todas
05 de outubro de 2016
26 de setembro de 2016
23 de setembro de 2016