Varanda é um ótimo ambiente para festejar

Ambiente curinga para as comemorações, varanda exige regras para tudo dar certo. Aprenda dicas de como decorar e aproveitar o espaço arejado

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 25/02/2016 12:02 Lilian Monteiro /Estado de Minas
Projeto da arquiteta Carmen Calixto integrou os espaços da sala e da varanda  - Henrique Queiroga/Divulgação Projeto da arquiteta Carmen Calixto integrou os espaços da sala e da varanda


Quem não quer uma varanda para chamar de sua, não é mesmo? Para as festas em dias quentes, esse ambiente é um curinga para enfrentar o verão abafado. Espaçosa ou não, ela se torna o lugar onde todos querem ficar para fugir do calor e sentir a brisa (se tiver sorte!). Não importa o tamanho, ela será a parte charmosa da sua comemoração. Seja uma pequena reunião de amigos ou uma noite/dia badalados.

A arquiteta Carmen Calixto destaca que a varanda é um ótimo ambiente para festejar, superagradável e arejado. No entanto, como não acomoda todas as pessoas, o importante é integrar os itens da decoração. Ou seja, o projeto da sala precisa casar com o da varanda, elas têm de conversar. O importante é não abrir mão do conforto.

Para unir os espaços, Carmen diz que a iluminação é um ótimo elemento para enfeitar os dois ambientes. Mas em vez de usá-la do modo tradicional, uma ideia é distribuí-la, seja em volta de uma gaiola ou usando velas para criar um efeito lindo. “Escolha as maiores e as coloque no chão. Uma iluminação mais indireta e cênica também ajuda a dar a cara de festa.” O clima intimista agrada a qualquer comemoração noturna.

Para transformar uma varanda em espaço para festas, Carmen lembra que temos de apostar em uma decoração mais despojada, capaz de deixar os convidados mais à vontade. Nas varandas gourmet, ela enfatiza que tudo fica mais fácil. “Podemos apostar em eletrodomésticos que ajudam na hora da festa, como adegas climatizadas, frigobares e cervejeiras. Arranjos de flores frescas também ajudam a criar uma ambiência agradável.”

Leia mais em Arquitetura e Decoração

Conforme a arquiteta, o importante é integrar os espaços. Dependendo da festa, Carmen diz que é legal pensar em um tema. Se for o dourado, invista nele na casa toda, não misture demais para não ficar cafona. “Não exagere, senão vai correr o risco de ofuscar sua casa. A decoração, seja para um aniversário, festa temática, Natal ou réveillon, é para acrescentar, entrar como um detalhe, e não para deixar sua casa com cara de loja”, ressalta.

Neste espaço gourmet, Carmen Calixto apostou numa decoração mais despojada -  Rodrigo Marcandier/Divulgação Neste espaço gourmet, Carmen Calixto apostou numa decoração mais despojada


VISTA Já Adriana Morávia, arquiteta e designer de interiores, que trabalha ao lado de Alessandra Morávia no escritório Morávia Arquitetura & Interiores, exalta a varanda porque na maioria das vezes ela é sinônimo de uma bela vista, o que torna o ambiente ainda mais agradável. No entanto, ela avisa que ao levar os convidados para o espaço é fundamental priorizar a circulação das pessoas, tirando alguns móveis como cadeira, pufes e bancos para proporcionar conforto e aconchego.

Outra dica de Adriana para tornar a varanda mais especial é disponibilizar móveis funcionais, já que o tamanho é mais reduzido. “Uma mesa volante de apoio, um aparador para dispor as bebidas. Enfim, é preciso pensar em tudo que não comprometa o clima da festa.” Para ela, velas com castiçais, almofadas e futons coloridos são bem-vindos. Para quem adora plantas, a arquiteta lembra que, se tiver vasos espalhados ocupando o espaço, é melhor levá-los para outro lugar. Lembre-se, deixar a circulação livre é importante. Para aproveitar a varanda, Adriana lembra que tudo precisa ser montado de forma prática, com os convidados tendo liberdade tanto de servir como de ir e vir da sala para a varanda.

Adriana reforça que as pessoas hoje em dia têm buscado cada vez mais se aperfeiçoar na gastronomia e, consequentemente, querem demonstrar suas habilidades aos amigos e familiares criando encontro e festas na própria residência. Algo bem informal e descontraído. Como reflexo desse costume surgem as varandas como uma opção arejada e descontraída para esses eventos. “Se a varanda for um pouco generosa em termos de tamanho, é possível ter nesse espaço uma bancada para preparar alimentos e fogão cooktop esculpido na bancada, que facilitará o serviço de cocção do dono da morada. Mesmo se a varanda for pequena é possível ter espaço para cuba e eletrodomésticos portáteis, como o cooktop elétrico, que pode ser guardado depois do uso. Geladeira e cervejeira, algo muito solicitado nesse tipo de projeto atualmente, também não podem faltar.”

Quanto aos móveis, Adriana lembra que é muito importante não colocar muita coisa nesse espaço, privilegiando os espaços livres. “Móveis versáteis, como pufe e banquinhos que podem ser usados como mesa, também são sempre bem-vindos. Para decorar o espaço, almofadas coloridas, velas dispostas em lanternas, flores e jardim vertical deixam o espaço bem agradável para as visitas”, afirma.

Projeto da arquiteta Adriana Morávia prioriza a circulação de pessoas no ambiente - Osvaldo Castro/Divulgação Projeto da arquiteta Adriana Morávia prioriza a circulação de pessoas no ambiente


PARA TER PERSONALIDADE

É legal garantir o conforto e aconchego com peças e detalhes escolhidos criteriosamente:

1) Uso de pallets
2) Rede
3) Cadeiras estilosas com design e
material diferente
4) Piso em deque de madeira
5) Jardim vertical
6) Banco de madeira
7) Pergolado
8) Móveis em madeira de demolição
9) Adega e home-bar
10) Jacuzzi e churrasqueira
11) Cobogó
12) Balanço é possível. Um mobiliário
diferente, inusitado e que pode assumir lugar do sofá ou da cadeira

Anúncios do Lugar Certo

Outros artigos

ver todas
05 de outubro de 2016
26 de setembro de 2016
23 de setembro de 2016