Poucas peças fazem a diferença na renovação de ambientes

Arquiteta e urbanista aponta as novidades de decoração que serão tendências este ano. É importante tê-las como referência para encaixá-las em seu estilo

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 22/03/2016 11:38 / atualizado em 22/03/2016 18:07 Estado de Minas /Estado de Minas
Móveis de madeira de demolição são uma das tendências para compor a decoração de ambientes - Móveis de madeira de demolição são uma das tendências para compor a decoração de ambientes


Na roda das tendências, a decoração não tem a mesma volatilidade que a moda. O design de interiores é criado para durar mais que uma temporada. O que não anula as novidades é o que vai estar em alta a cada ano. Sempre há insights com a missão de levar outra roupagem para a casa, seja no ambiente interno ou externo. Érica Giacomelli, arquiteta e urbanista formada pela Fundação Armando Álvares Penteado (FAAP), alerta que em matéria de interiores não existem regras, existem tendências que pautam a criação de coleções para casa, que, na verdade, são um reflexo de como a sociedade está se modificando.

“A moda e os interiores normalmente caminham juntos, sendo que as tendências fashion são mais efêmeras, durando dois anos no máximo, enquanto as de interiores perduram por até cinco anos. No geral, sempre podemos ver uma relação entre as passarelas e os interiores. Assim como não se segue à risca as tendências da moda, não é necessário seguir à risca as de decoração, e sim juntá-las com sua personalidade e gostos individuais para formar um ambiente único e especial”, explica.

Preocupação com o meio ambiente é um dos definidores da escolha de móveis sustentáveis - Preocupação com o meio ambiente é um dos definidores da escolha de móveis sustentáveis


Como dificilmente alguém mudará toda a decoração da casa anualmente, é possível investir em poucas peças para compor os ambientes, dando-lhes nova vida. “Principalmente, deve-se atentar: qual é a intenção em modificar essas peças? A composição do ambiente deve seguir os desejos do cliente, acompanhada com as peças que ele já tem em casa. Para atingir uma nova tendência com poucas peças é preciso estar atento à harmonia. Sempre busque criar um ambiente que seja um reflexo direto do morador. As tendências passam a ser secundárias se o morador/cliente entende sua personalidade e como quer refletir isso em seu ambiente interno”, explica a arquiteta, que estudou designer de luxo no Instituto Marangoni, em Milão.

Tecidos tradicionais, como patterns intrincadas e clássicas, são usados como forro de cadeira e poltrona - Tecidos tradicionais, como patterns intrincadas e clássicas, são usados como forro de cadeira e poltrona


PERMANENTES Érica Giacomelli, que já morou em Santiago, Buenos Aires, Nice, Nova York, Londres e Milão, conta que, das tendências apontadas para 2016, todas têm características marcantes e podem ser investidas sem medo.

“As que considero como mais permanentes e que são as que melhor definem nossos interesses e caminhos como sociedade são: a volta pelo aconchego, que define elementos até em matéria de leiaut dentro de casa; a natural, que trata de um retorno ao nosso meio ambiente e em uso de materiais mais sustentáveis; e a mescla do ambiente interior com o exterior, que se junta ao aconchego e uma volta à natureza. Essas três, em conjunto, são definidoras de espaços e podem nos guiar por uma criação mais responsável de ambientes, que também marca nosso retorno ao ambiente familiar e residencial”, destaca.

Espaço gourmet com churrasqueira, multifuncional e integrado ganha destaque nos projetos - Espaço gourmet com churrasqueira, multifuncional e integrado ganha destaque nos projetos

Decoração vintage, com destaque para a cômoda - Decoração vintage, com destaque para a cômoda

Tags: investimento em imóveis rentabilidade imóvel investimento

Anúncios do Lugar Certo

Outros artigos

ver todas
05 de outubro de 2016
26 de setembro de 2016
23 de setembro de 2016