Tendências se aliam à praticidade na hora de redecorar a casa; confira!

Sofisticação e qualidade, aliadas ao conforto, são prioridade na hora de mobiliar ou repaginar a casa. Para cativar clientes, fabricantes ficam atentos às tendências

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 28/07/2016 09:32 Augusto Pio
Euler Júnior/EM/D.A Press - Mistura de tecidos com couro e madeiras em vários tons é o que há no momento Euler Júnior/EM/D.A Press


Nos últimos anos, o mercado de decoração cresceu bastante no Brasil, ganhando credibilidade e dinheiro. E a cada ano, lojas e fabricantes se empenham para lançar modelos, seguindo as últimas tendências do setor. Os designers André Bastos e Guilherme Leite Ribeiro, diretores de criação da Líder Interiores, e a arquiteta Raquel Nogueira, responsáveis pelo Espaço Identidade da Decora Lider em BH, cujo objetivo é mostrar aos especificadores e clientes finais a identidade da marca, procuraram usar a tendência das candy colors, como rosa-claro, além de burgundy, cinza e beges. Também utilizaram acabamentos que valorizam a madeira e tecidos naturais, como o linho.

“Uma forte tendência é o mix de acabamentos no mesmo produto. Como nas cadeiras e poltronas com assento em couro e encosto em madeira ou frente de tecido e costas em couro. Essa brincadeira está em alta. As madeiras em tonalidades mais claras e tecidos naturais, como o linho, trazem uma certa serenidade ao ambiente, um conforto visual. O rosa e o azul-claro que usamos (candy colors) também ajudam a trazer essa serenidade, por serem cores suaves e menos chamativas, deixando os ambientes mais solares. Mármore para tampos de mesas estão em alta. O natural está com tudo”, garante Guilherme.

Com fabricação própria e há 40 anos no mercado, a Luciana Móveis conta com uma linha diversificada de móveis e estofados, em cores e tamanhos que se adaptam de acordo com o ambiente do cliente. Com loja e fábrica na cidade mineira de Itaguara, a empresa conta ainda com quatro unidades na capital, duas em Betim e quatro em Contagem.

Leia mais em Arquitetura e Decoração

“Seguimos um estilo inovador e moderno. Nossos estofados são feitos sob medida, na cor a escolher. Temos uma vasta linha de tecidos, o que proporciona ao cliente uma adequação correta ao seu estilo e ainda, para maior facilidade na escolha, contamos com projetista que auxilia os clientes na composição do ambiente, orientando em relação às medidas e fazendo projetos de acordo com os espaços”, diz a proprietária, Lídia Maria Lima Moraes.

Cida Oliveira, da Mobiliadora Universal, diz que rótulo de conservador do mercado mineiro está mudando - Jair Amaral/EM/D.A Press Cida Oliveira, da Mobiliadora Universal, diz que rótulo de conservador do mercado mineiro está mudando


“Na realidade, procuramos atender às necessidades dos clientes com modelos práticos e preços altamente competitivos, com a melhor qualidade e seriedade de 40 anos de mercado e que só quem fabrica pode garantir”, ressalta Lídia. Ela explica que respeita o gosto do cliente, pois a Luciana Móveis faz projetos de acordo com o desejo de cada um. Assim, a tendência será sempre de acordo com o próprio cliente. Para Cida Oliveira, gerente de vendas da Mobiliadora Universal, o mercado mineiro sempre foi rotulado como conservador. “Pudemos perceber isso ao longo dos tempos. Entretanto, algumas coisas estão mudando”, observa.

“Quando falamos de mobiliário e decoração, percebemos que as tendências nacionais e internacionais interferem aqui em Minas, mas não tanto quanto nos demais estados. Nos dias de hoje, podemos verificar o uso de peças ousadas e coloridas como composição de ambientes e muitos detalhes abusando das cores fortes, como amarelo, vermelho e azul. Mas o que realmente se consome ainda está nos tons neutros, como o palha, o cinza e o bege. Isso porque essas cores são de fáceis combinações. O que vai completar são os detalhes, como os adornos, tapetes e cortinas”, esclarece Cida.

IMBUIA Segundo ainda a gerente, a tecnologia e a inovação também estão presentes nos móveis. “Hoje, buscando adaptar aos ambientes personalizados, encontramos racks, painéis e sofás retráteis, que se adaptam a vários tamanhos de ambientes. Falando em estofados, o tradicional conjunto de 3x2 lugares está perdendo espaço a cada dia para as peças retráteis e reclináveis, que são muito usadas em salas de TV, pois oferecem mais conforto e sofisticação. E esse conforto é ampliado à medida que usamos tecidos nobres e mais elaborados, como o linho, que traz a sofisticação, ou o suede, que proporciona toques macios e delicados.”

Para a linha de madeira, segundo Cida, teve grandes evoluções e mudança de cores ao longo dos últimos 10 anos, como cores em sucupira, marfim, mogno, tabaco e imbuia. Hoje, a preferência está no imbuia mel. Para alegrar e modernizar esses produtos, é comum ver detalhes coloridos, como tampos de mesas, aparadores, e nos complementos, como mesa de centro e de canto de sala. “Algo que percebemos de mudança no comportamento do consumidor é na hora de escolher o colchão, pois, além de ocupar espaço íntimo, ele vem ganhando força como produto importante para a saúde, visto que os fabricantes estão investindo em tecnologia de espumas e tecidos importados, como a malha belga, feita com fios ultrafinos que proporcionam maior qualidade e conforto térmico”, ressalta Cida.

Anúncios do Lugar Certo

Outros artigos

ver todas
05 de outubro de 2016
26 de setembro de 2016
23 de setembro de 2016