Apartamento bem decorado é uma ótima ferramenta de vendas

Investimento em decoração pode facilitar comercialização de apartamentos usados, uma vez que o potencial comprador terá ideia do que cada espaço poderá oferecer

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 29/07/2016 11:45 Carolina Cotta /Estado de Minas
Depois: Após passar por decoração, imóvel foi vendido com mais facilidade - Osvaldo Castro/Divulgação Depois: Após passar por decoração, imóvel foi vendido com mais facilidade
Novo ou usado, um apartamento sem qualquer armário chega a assustar porque é preciso reservar um valor considerável para que o espaço fique minimamente funcional. E, se para alguns ter a “tela em branco” é uma vantagem, pois permite escolher tudo ao próprio gosto, há quem prefira comprar imóveis “prontos para morar”. Um apartamento em bom estado é mais fácil de ser vendido e isso inclui estar bem decorado. Para a arquiteta e designer Simone Rocha, a decoração pode ser uma ótima ferramenta de venda, ao permitir que o comprador visualize o potencial de cada espaço. “Ver um apartamento mobiliado é diferente de vê-lo vazio. Permite que a pessoa compreenda como pode ser feita a disposição dos móveis, a facilidade de circulação entre os ambientes e a capacidade de armazenamento do imóvel, como tipos e tamanhos de armários, por exemplo”, indica.

Simone avalia que uma decoração bem planejada e executada valoriza as qualidades e ameniza os pontos fracos de cada apartamento. “O importante é que a decoração seja feita de forma personalizada, com o intuito de promover o que o imóvel tem de bom e, assim, encantar os possíveis compradores. O ideal, para atrair clientes, é fazer com que eles se sintam em casa e consigam se imaginar morando naqueles ambientes.

Existem itens que agradam a todos e que devem ser ressaltados para garantir uma venda boa e rápida, como espaços que pareçam mais amplos e que tenham circulação confortável, mas, ao mesmo tempo, que tenham armários bem planejados, capazes de aproveitar bem os espaços”, analisa Simone. Mas é preciso adotar soluções criativas, que demandem pouco investimento financeiro, mas que também agreguem muito valor visual, afetivo ou emocional.

Leia mais notícias em Arquitetura e Decoração

Antes... - Osvaldo Castro/Divulgação Antes...
DIFERENCIAL “Essa relação custo/benefício deve ser sempre pensada para que a reforma ou decoração seja realmente vantajosa do ponto de vista comercial. Assim, evite revestimentos, móveis, luminárias e demais elementos que sejam caros demais e que não estejam de acordo com as tendências de design do mercado. Caso contrário, é bastante provável que seu cliente não considere o valor real desses itens na hora de propor a compra, planejando trocá-los no minuto em que se mudar”, conclui.

A designer de interiores Cátia Maielo e a arquiteta Cláudia Aragão, do Casatelier, reforçam que a decoração pode ser um diferencial na venda de um imóvel, pois o torna mais humanizado e atrativo. De acordo com as profissionais, o espaço decorado potencializa o conforto, a funcionalidade e a harmonia do local.

Elas foram responsáveis pela decoração do apartamento da propagandista Cintia Ituassu, que, quando precisou vendê-lo, encontrou enorme facilidade. “Em princípio, o objetivo era decorar para mim, mas logo em seguida veio a necessidade de vender o apartamento e a decoração facilitou demais. Não tinha um cliente que entrasse na minha casa e não ficasse encantado”, conta.

De acordo com Cíntia, o ponto principal foi colocar em prática as suas ideias, porém com mais estilo, além de deixar o ambiente mais prático. “Vendi para um casal recém-casado e que, naquele momento, não poderia ter gastos com decoração. Eles identificaram no meu apartamento uma oportunidade de estar em um ambiente moderno, novo e sem a necessidade de mudanças no primeiro momento”, ressalta.

Tags: construtoras investimentos Belo Horizonte Vetor Norte

Anúncios do Lugar Certo

Outros artigos

ver todas
05 de outubro de 2016
26 de setembro de 2016
23 de setembro de 2016