Quarto de bebê muda e passa a ter como proposta acompanhar o crescimento

Peças versáteis são ideais para compor o ambiente, que deve ter o mobiliário reaproveitado conforme o crescimento e as transformações da criança

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 01/04/2013 07:58 CorreioWeb /Lugar Certo
O berço pode virar cama, o trocador de fraldas criado mudo e as prateleiras de fralda estantes suspensas. Atualmente o quarto do bebê tem como principal proposta acompanhar o desenvolvimento de bebê e acompanhá-lo durante boa parte da vida. O mobiliário é importante no processo, uma vez que peças versáteis e multifuncionais podem desempenhar diferentes funções em todas as fases da vida.

Móveis que permitem versatilidade na utilização e possibilidades para estender o tempo de uso são as apostas para compor quartos de bebês. Um berço que conta com gaveteiros, espaço para troca e prateleiras se torna cama, criado mudo e prateleiras suspensas. A transformação é simples e orientada através de um manual.

“O conceito de transformação é uma prática sustentável, já que as peças ganham maior vida útil. Além disso, o mobiliário é pensado de forma jovial, para agradar crianças maiores e estimular o gosto pessoal”, explica Marcos Riva, gerente comercial de uma fabricante.

A escolha do mobiliário pode ser em diferentes padrões e em cores vibrantes ou neutras, de acordo com a preferência. As paredes permitem maior versatilidade, já que podem ser transformadas sem grandes transtornos. O processo de desmontagem e relocação do mobiliário pode ser feito em casa, sem necessidade de mão de obra terceirizada.

As peças são fabricadas em MDF, garantindo maior segurança para o bebê e maior durabilidade após o processo de desmontagem e transformação.

Tags: mercado imobiliário

Anúncios do Lugar Certo

Outros artigos

ver todas
19 de fevereiro de 2016
15 de janeiro de 2016
04 de janeiro de 2016
17 de dezembro de 2015
27 de agosto de 2015