Escolha da bancada de cozinha pode ir além do tradicional granito

Fatores como resistência, adaptabilidade e fácil limpeza devem ser levados em consideração para criar um ambiente prático

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 16/07/2014 08:00 / atualizado em 09/07/2014 13:50 CorreioWeb /Lugar Certo
Divulgação/Caesarstone


Quando o assunto é a especificação dos materiais que serão utilizados na construção ou reforma de uma residência, questões culturais ainda levam vantagem sobre as novidades tecnológicas disponibilizadas no mercado nacional. No Brasil, o granito é um dos produtos mais requisitados para a composição de bancadas de cozinhas. No entanto, em países como os Estados Unidos e no continente europeu, as superfícies de quartzo são cada vez mais utilizadas por oferecerem resistência, durabilidade, adaptabilidade e fácil limpeza.

Reprodução/Internet
Seguindo a tendência mundial, uma fabricante do segmento criou soluções para revestimentos, com 93% de quartzo na composição e variedade de cores. As bancadas de quartzo conquistam cada vez mais espaço nos projetos, em função do design alinhado às inovações do mercado de decoração.

Além disso, a versatilidade do material chama a atenção dos profissionais. Entre as principais utilizações do quartzo está a composição de bancadas de cozinhas, mas também aplicação de pisos, paredes, bancos, mesas, banheiros e demais ambientes internos. O resultado estético é inovador pela beleza, durabilidade e fácil conservação.

Segundo o diretor de marketing da empresa, Gabriel Diament, a maior vantagem das superfícies de quartzo em relação ao granito é a variedade de cores. “Essa possibilidade, aliada às características físicas do produto garantem bons resultados. As bancadas são impermeáveis, não riscam, não mancham, resistem ao calor e têm fácil manutenção”, finaliza.

Tags: vida

Anúncios do Lugar Certo

Outros artigos

ver todas
19 de fevereiro de 2016
15 de janeiro de 2016
04 de janeiro de 2016
17 de dezembro de 2015
27 de agosto de 2015