Vanguardista de escola de design alemã tem exposição fotográfica no DF

Bauhaus é sinônimo de arquitetura e design e serve de inspiração para projetos de vários profissionais da área até nesta época mais contemporânea

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 06/02/2014 08:00 / atualizado em 06/02/2014 10:50 CorreioWeb /Lugar Certo
Instituto Goethe/Divulgação

Uma exposição inédita de fotografias da Bauhaus, a vanguardista escola superior de design alemã fundada por Walter Gropius, está em exposição no Museu Nacional de Brasília. Após turnê pelas cidades de São Paulo, Salvador e Curitiba, a mostra traz imagens inspiradoras para arquitetos e profissionais do design da cidade. A exposição faz parte da temporada "Alemanha+Brasil 2013-2014 – Quando ideias se encontram", e tem a curadoria de Anja Guttenberger.

Ao todo são 100 obras de alunos ilustres da Escola Bauhaus, como Lucia Moholy e Lászió Moholy-Nagy. As peças ilustram perspectivas extremas e truques profissionais, o manuseio experimental e profissional da mídia fotográfica na instituição. As fotos produzidas compõem uma imagem que até hoje é símbolo nas escolas de artes mais importantes do século XX.

Para a grande maioria das pessoas, Bauhaus é sinônimo de arquitetura e design, mas poucos sabem que fotografia e filme tiveram um papel não menos importante na Escola de Design e Artes alemã. O Museu de Design em Berlim possui o maior acervo de imagens da Escola Superior alemã no mundo, com mais de 40 mil registros fotográficos. A instituição mostrará uma seleção das 100 obras mais representativas da coleção, incluindo fotografias de Lucia Moholy, László Moholy-Nagy e T. Lux Feininger.

História

Conhecida por sua influência na arquitetura e design, a Escola Bauhaus foi fundada em 1919, pelo arquiteto alemão Walter Gropius. O espaço vanguardista tinha como objetivo unir arte à indústria e sua finalidade era sugerir peças para a produção em série com conceito e design inovadores.

A instituição democrática, fechada pelo nazismo em 1933, funcionava com ensino colaborativo e aceitava novas linguagens e maneiras de criações, independente da hierarquia tradicional entre professores e alunos.

Fotografia e filme tiveram importância na Escola de Design e Artes alemã. O registro de imagens só foi considerado uma matéria institucional a partir de 1929, porém as câmeras fotográficas e atividades audiovisuais já faziam parte do cotidiano da escola há mais tempo.

Programação
Visitação até 9 de março
Terça-feira a domingo, de 9h às 18h30
Entrada Franca

Tags: ambiente

Anúncios do Lugar Certo

Últimas notícias

ver todas
05 de outubro de 2016
26 de setembro de 2016
23 de setembro de 2016