Custo Unitário Básico do DF registra valor da construção civil

O CUB-DF/m² apresentou valor de R$ 1.028,44 em maio, o número leva em consideração o preço do metro quadrado e os custos adicionais

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 09/06/2014 08:00 / atualizado em 06/06/2014 15:14

O CUB/m² inclui a avaliação de um grupo de materiais com 25 itens; mão de obra de servente e pedreiro e despesas administrativas - Daniel Ferreira/CB/D.A Press O CUB/m² inclui a avaliação de um grupo de materiais com 25 itens; mão de obra de servente e pedreiro e despesas administrativas

 

O Custo Unitário Básico do Distrito Federal (CUB-DF/m²) apresentou o valor de R$ 1.028,44 em maio. O número representa uma variação negativa de 0,28%, comparado ao mês anterior. Os dados foram divulgados na quinta-feira, 5 de junho, pelo Sindicato da Indústria da Construção Civil (Sinduscon-DF).

Foram avaliados 29 insumos utilizados na construção civil. De acordo com o levantamento, no mês de maio 11 itens apresentaram aumento de preço, e outros 10 registraram redução do valor. Entre os produtos com maior representatividade na composição do CUB, e que apresentaram variação negativa, destacam-se concreto, aço e custos com a administração da obra.

Vale ressaltar que, para se ter o valor real do metro quadrado de uma obra, além do CUB-DF/m², é importante considerar os demais custos adicionais, como, por exemplo, elevadores, fundações especiais, ligações de água, luz e esgoto.

Para obter este resultado mensal, o CUB/m² inclui a avaliação de um grupo de materiais com 29 itens; mão de obra de servente e pedreiro; despesas administrativas referentes ao custo da contratação ou salário mais encargos sociais pagos ao engenheiro; e equipamento, representado pelo aluguel de betoneira.

CUB Desonerado

O valor do CUB/m² desonerado, referente ao mês de maio, apresentou uma variação negativa de 2,32% em relação ao mês anterior, passando o seu valor para R$ 969,50.

A metodologia usada no CUB/m² desonerado é a mesma do CUB/m², com a ressalva de que o desonerado não considera a incidência dos 20% referentes à Previdência Social.

É fundamental observar que, neste cálculo, o Sinduscon-DF apenas altera os valores referentes aos encargos previdenciários e trabalhistas, devido à desoneração, enquanto os benefícios só poderão sofrer alterações após Convenção Coletiva de Trabalho (CCT), se esta alterar os valores dos benefícios.


Com informação da Assessoria de Comunicação do Sinduscon-DF

Tags: cores

Anúncios do Lugar Certo

Últimas notícias

ver todas
05 de outubro de 2016
26 de setembro de 2016
23 de setembro de 2016