Projeto propõe transformar outdoors em pequenas moradias

Ideia de arquitetos da Eslováquia é aberto para ser aplicado em qualquer local do planeta e pretende ser alternativa para o déficit habitacional enfrentado pela maioria das grandes cidades

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 21/07/2014 09:01 / atualizado em 18/07/2014 18:20 Joana Gontijo /Lugar Certo
Projeto Gregory/Divulgação

Um projeto inusitado desenvolvido na Eslováquia propõe uma alternativa que poderia ajudar a diminuir os problemas com a escassez de moradia, um entrave político e social presente em praticamente todas as grandes cidades do planeta. Para minimizar essa dificudade, a ideia é transformar outdoors em espaços para abrigar pequenas residências.

Inicialmente planejado para o município de Banska Bystrica, o Projeto Gregory trabalha com o conceito de “open source” e, aberto para arquitetos, designers e artistas, pode ser copiado em qualquer outro local – a única necessidade é que a posição e as redes de água e energia sejam adequados para a sobrevivência. A intenção é lançar mão do aporte financeiro da publicidade para patrocinar as construções, ao mesmo tempo em que tira os desabrigados das ruas.

Projeto Gregory/Divulgação

Segundo os autores, a proposta otimiza a base dos outdoors para criar um espaço de vida. “À primeira vista, o exterior atua apenas como uma estrutura de outdoor sem qualquer valor acrescentado. As dimensões seriam preservadas, mas a habitação é antes evocada para receber o anúncio, não o contrário”, descrevem no site oficial do projeto.

Projeto Gregory/Divulgação

Projeto Gregory/Divulgação

É como se uma pequena casa suspensa fosse construída para, só depois, oferecer a fachada para as propagandas. Ainda em perspectivas, cada moradia é distribuída em dois andares. No primeiro, existe um hall de entrada, cozinha, mesa de escritório e uma cama compacta reclinável. No segundo piso estão um banheiro e um closet. Do mesmo modo que as placas publicitárias, o abrigo é feito em madeira e aço, com duas janelas e sustentação de concreto.

Os arquitetos responsáveis afirmam também que a estrutura teria custos míninos de manutenção, o que poderia ser quitado pelo próprio aluguel da fachada. Os criadores da proposta permitem ainda qualquer tipo de intervenção. Com o desenho disponibilizado gratuitamente, podem ser concebidas novas soluções de design e leiaute sem precisar pagar nada aos autores. A ideia é mesmo divulgar amplamente o projeto, em âmbito global, para chegar mais próximo ao primeiro objetivo – ajudar a diminuir o déficit de moradia.

Tags: brasil

Anúncios do Lugar Certo

Últimas notícias

ver todas
05 de outubro de 2016
26 de setembro de 2016
23 de setembro de 2016