Especialistas prevêem imóveis mais caros a partir de 2015

Quem tinha condições de financiar a compra do imóvel já em 2014 mas decidiu esperar, em janeiro deste ano, viu o sonho da casa própria ficar mais caro

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 03/02/2015 15:33 / atualizado em 03/02/2015 15:40
Depois de um 2014 marcado por incertezas e insegurança, o ano começa com uma sinalização mais clara da política econômica a ser adotada pelo governo. As medidas até aqui anunciadas apontam para ajustes e recondução dos resultados da macroeconomia brasileira às metas pré-fixadas. Assim, apesar das projeções de baixo crescimento do Produto Interno Bruto (PIB), os especialistas veem 2015 como um período de realinhamento para um novo ciclo de crescimento do Brasil.

Com aumentos à vista, aproveitar as oportunidades disponíveis no mercado pode resultar em um ótimo negócio - CBPFOT290720132266.JPG Com aumentos à vista, aproveitar as oportunidades disponíveis no mercado pode resultar em um ótimo negócio


Em decorrência do atual momento de desaceleração econômica e redução dos investimentos, o crescimento do setor de construção civil e o desempenho do mercado imobiliário estão em um processo de adequação entre a oferta e a demanda. Contudo, está descartada uma crise no setor. Tampouco há espaço para uma queda da média de preços nos próximos anos. Muito pelo contrário, as perspectivas são de valorização no médio e longo prazos, principalmente depois que a economia brasileira retomar a vertente de crescimento.

O imóvel que você procura está no Lugar Certo! Clique aqui e veja as ofertas


Em função disso, fez bom negócio quem aproveitou 2014 e realizou o sonho da casa própria ou se mudou para um apartamento mais confortável. Além da valorização dos imóveis, a alta nos custos de aquisição passaram a pesar ainda mais o bolso do consumidor.

Hoje, quem decidiu apostar em uma queda dos preços de venda pode estar fazendo os cálculos do prejuízo. Isso porque a Caixa Econômica Federal decidiu aumentar as taxas de juros no crédito imobiliário. Ou seja, quem tinha condições de financiar a compra do imóvel já em 2014 mas decidiu esperar, em janeiro deste ano, viu o sonho da casa própria ficar mais caro.

De acordo com a simulação para um imóvel de R$ 400 mil, realizada pela Associação Brasileira de Defesa do Consumidor (Proteste), antes da elevação dos juros, aquele comprador que tinha relacionamento e conta-salário na Caixa Econômica pagaria no final do financiamento pelo Sistema Financeiro da Habitação (SFH) o valor de R$ 748.053,91. Agora, o valor total ao fim de 30 anos de contrato saltou para R$ 767.449,48, uma diferença de R$ 19.395,57. Quase o valor de um carro popular novo.

Outro ponto que pode tornar a aquisição do imóvel ainda mais cara para quem postergar a decisão de compra é o aumento na tributação, principalmente o do Imposto Sobre Transmissão de Bens Imóveis por Ato Oneroso “Inter Vivos” (ITBI). Diante da necessidade de aumentar a arrecadação para equilibrar as contas públicas, prefeituras de todo o Brasil estão estudando e implementando aumentos nas alíquotas do tributo.

No caso mais específico de Belo Horizonte, uma tentativa já foi feita no ano passado e tudo indica que o ITBI deve subir de 2,5% para 3% neste ano. Desse modo, o valor pago para fazer a transferência de um imóvel avaliado em R$ 400 mil subirá de R$ 10 mil para R$ 12 mil. Um custo adicional de R$ 2 mil. Historicamente, imóveis são tidos como investimentos muito seguros em tempos de crise por ser um patrimônio físico com tendência à valorização, além de transmitirem segurança e tranquilidade para toda a família. Assim, passado esse momento de estabilidade, a retomada do crescimento do PIB deve dar novo impulso à valorização no mercado.

Procurando um imóvel para alugar no DF? Veja as opções


Portanto, como hoje as perspectivas são de aumento dos custos de produção, devido à inflação, dos juros do financiamento e dos impostos, aproveitar as oportunidades disponíveis no mercado pode resultar em um ótimo negócio.

Anúncios do Lugar Certo

Últimas notícias

ver todas
05 de outubro de 2016
26 de setembro de 2016
23 de setembro de 2016