Solteiros e casais sem filhos fazem crescer demanda por apartamentos de um quarto

Quem está sozinho não espera mais se casar para comprar um imóvel e estabelecer uma vida própria

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 06/05/2015 09:01 / atualizado em 05/05/2015 19:20 Augusto Pio


O aumento nas vendas de apartamentos de um quarto vem apontando para uma nova tendência do mercado. Muitos casais sem filhos ou mesmo pessoas que preferem morar sozinhas vêm fazendo com que cresça a procura por esse tipo de imóvel. Luiz Antônio Rodrigues, presidente da LAR Imóveis, garante que são várias as razões, mas a principal é o aumento de solteiros no Brasil. Conforme números da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad), divulgada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) no ano passado, o Brasil tinha 77 milhões de solteiros, 2,7 milhões a mais do que no ano anterior. Enquanto os casados reduziram de 61,1 milhões para 60,4 milhões.

“A sociedade está mudando e muitos solteiros não estão esperando mais se casar para comprar um imóvel e estabelecer uma vida própria. Isso está muito comum na chamada Geração Y, jovens que valorizam muito a carreira profissional e investem no crescimento profissional”, justifica Luiz Antônio. Com mais de 36 anos de mercado, o executivo ressalta também o crescimento da procura por esses imóveis à valorização e à maior autonomia da mulher. “Elas estão se preocupando mais com a carreira profissional e deixando para ter filhos mais tarde ou mesmo não tê-los.”

Universitários

Luiz Antônio Rodrigues, da LAR Imóveis, destaca as vantagens para o investidor - Luiz Antônio Rodrigues, da LAR Imóveis, destaca as vantagens para o investidor
Luiz Antônio destaca ainda que há muita procura por imóveis de um quarto para locação de estudantes universitários, que saem de suas cidades para estudar, e profissionais que migraram de uma cidade para outra para trabalhar temporariamente. Diante dessa demanda crescente, também aumenta a procura desse imóvel por investidores com o intuito de alugá-lo. “Os apartamentos de um quarto apresentam uma série de vantagens que podem interessar tanto ao comprador quanto ao investidor. Esses imóveis costumam ser mais baratos se comparados aos de dois quartos na mesma região, têm menor custo de manutenção e de reformas e, em grande parte, estão concentrados em áreas de grande rotatividade.”

O empresário explica que os apartamentos de um quarto são ideais para quem tem uma vida agitada e só chega em casa para dormir, como casal sem filhos, idosos, solteiros e jovens no início da vida profissional. “O atrativo desse tipo de empreendimento são as facilidades encontradas, pois esses imóveis, em sua maioria, são bem localizados, próximos a faculdades, shoppings e comércios, entre outros. Além disso, um apartamento de menor porte gera custos de manutenção proporcionais ao seu tamanho, ou seja, pequenos. Há maior demanda e procura pelos bairros das regiões Centro-Sul e Sul da capital. Por isso, os preços podem ser um pouco maior em relação a outras áreas, como a Região Central.”

Luiz garante que todo tipo de imóvel é sempre um bom investimento. “Isso não é diferente com os empreendimentos de um quarto. A procura para locação por jovens que estão na faculdade e solteiros é grande se levarmos em conta os custos em relação ao estilo de vida desses novos compradores.” Ele ressalta que é difícil dizer se um imóvel de um quarto valoriza o mesmo que os outros. “Mas, quando o imóvel é bem localizado, como em regiões turísticas, de fácil acesso, com comércio e lazer próximos, são supervalorizados. Conseguindo preço por metro quadrado maior do que muitos de dois e três quartos na mesma região, por exemplo.”

Anúncios do Lugar Certo

Últimas notícias

ver todas
05 de outubro de 2016
26 de setembro de 2016
23 de setembro de 2016