Menos é mais

Iniciamos uma série de reportagens em que empresários de moda e designers abrem as portas do lar para responder se o estilo do trabalho se reflete na decoração da onde moram. Hoje, entramos no apartamento de Marli Rodrigues de Lima, dona da loja Jukaf

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 27/05/2013 08:41 / atualizado em 27/05/2013 08:47 Maria Júlia Lledó /Correio Braziliense
Marli Rodrigues de Lima fugiu do clássico e escolheu um estilo mais contemporâneo para decorar seu amplo e iluminado apartamento - Marli Rodrigues de Lima fugiu do clássico e escolheu um estilo mais contemporâneo para decorar seu amplo e iluminado apartamento
 
Quem vê a empresária Marli Rodrigues de Lima, dona da loja Jukaf, vestida com seriedade nem imagina que sua casa fuja do estilo clássico. “Contemporâneo. Isso sim é que eu gosto”, revela. No apartamento onde mora há pouco mais de cinco anos, as duas coisas que pediu às arquitetas Deborah Pinheiro e Elaine Verçoza foram: espaço e luz. O quebra-quebra de paredes nem incomodou a empresária. “Adoro! Digo aos meus filhos que, assim que me aposentar, vou mexer com obra. Para mim, é um prazer ver a casa se transformando.” Tanto que Marli já pensa na próxima cor com que vai pintar duas paredes da sala.
 
Conforto e estilo: sofá para se esparramar - Conforto e estilo: sofá para se esparramar
 
As cores do apartamento partiram da paleta escolhida pela empresária: tons terrosos e nada de cores fortes. Somente o quarto ganhou paredes em verde exército, sugestão das arquitetas, mas que não havia passado pela cabeça de Marli. “Não é que eu gostei?”, brinca. De maneira geral, a sobriedade do espaçoso e iluminado apartamento onde mora é o oposto de onde ela vivia antes, uma casa grande e repleta de objetos e móveis. “Hoje, sei que quanto menos, melhor. O essencial, o que tem estilo e design é o que me atrai.” Tanto que, na sala de jantar, um quadro de Galeno, artista contemporâneo residente em Brasília, e uma luminária italiana para lá de diferente, respondem pelo gosto da empresária.
 
Sem apego a nomes, a casa tem direito a luminária de design e de loja de departamento - Sem apego a nomes, a casa tem direito a luminária de design e de loja de departamento
 
Sonho de toda mulher, o closet de Marli também é uma atração à parte. Discreto, ele é composto por imensas portas de madeira que revezam a atenção com uma banheira: ambientes integrados ao quarto da dona da casa. Esse mesmo conforto que Marli reserva ao quarto, ela preza na sala, para receber os convidados. “Sofá, só se for confortável. De que adianta ter somente estilo?”, questiona. Aliás, o que não falta é espaço para se sentar e bater um bom papo, com direito a cafezinho e bolo de cenoura com chocolate — especialidade da anfitriã. Um extenso móvel de madeira atravessa todo o apartamento como uma espécie de banco e armário. “Afinal de contas, tenho muita coisa para guardar”, confessa a empresária.
 
Com imensas portas de madeira, o closet reveza a atenção com uma banheira
 - Com imensas portas de madeira, o closet reveza a atenção com uma banheira
 
Enquanto ajusta um detalhe e outro da casa ou sonha com mais uma obra e mudança de cor das paredes, Marli preza pela casa em ordem e pelo sossego. Bagunça mesmo só quando os netos e os filhos a visitam. Daí sim, ela prepara um suco de laranja na hora, um café fumegante e o bolinho de cenoura. Mineira que é, a empresária não perde as raízes onde quer que chame de casa.
 
As imagens de santos que mantém no quarto foram presentes da amiga e designer de joias Carla Amorim - As imagens de santos que mantém no quarto foram presentes da amiga e designer de joias Carla Amorim
 
A parede do quarto foi pintada de verde exército - A parede do quarto foi pintada de verde exército
 
Revista de moda, decoração e livros estão distribuídos pelo apartamento - Revista de moda, decoração e livros estão distribuídos pelo apartamento
 

Anúncios do Lugar Certo

Outros artigos

ver todas
05 de outubro de 2016
26 de setembro de 2016
23 de setembro de 2016