Espaços de convivência apostam na composição clássica e contemporânea

Ambiente pensado para acolher e receber convidados pode exercer diversas funções, basta agregar itens como obras de arte, madeira de demolição, lustres luxuosos e iluminação clean na hora de compor o ambiente de forma contrastante

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 26/07/2013 08:00 / atualizado em 26/07/2013 13:24 CorreioWeb /Lugar Certo
Na proposta de uma adega, a aquarela das ruas de Brasília ganha moldura vermelha que combina com a referência colorida do espaço de convivência  - Divulgação/Tátika Comunicação e Produção Na proposta de uma adega, a aquarela das ruas de Brasília ganha moldura vermelha que combina com a referência colorida do espaço de convivência
 
Espaços de convivência são ambientes pensados para receber convidados com conforto e sofisticação. Os ambientes foram estruturados contrastando peças e detalhes clássicos com contemporâneos. Com o objetivo de integrar pessoas através de atividades como assistir televisão, jantar, relaxar ou apenas conversar, o espaço pede um mobiliário moderno e funcional, que não interfira na mobilidade e na realização de atividades. Além disso, o clássico aparece na iluminação clean, que proporciona leveza e aconchego, já os traços de contemporaneidade vêm nas obras de artes e lustres, propondo sofisticação e luxo.

Na linha dos projetos voltados para os espaços de convivência, a idéia criativa da adega foi o ambiente criado por Natalie Tramontine e Karine Gonçalves especialmente pára uma mostra de decoração, que dispõe de mesa de jogos em madeira de demolição e várias obras de arte. A aquarela das ruas de Brasília pintada por Carmen San Tiago ganha uma moldura vermelha que combina com a proposta colorida do espaço. Uma escultura em aço de Rose Bueno na parede dá um toque contemporâneo ao ambiente. Além disso, um lustre composto por vários outros lustres menores localizado acima da mesa de jogos recebe destaque.
Proposta de loft dividido em quatro pequenos ambientes: sala de jantar, home, escritório e quarto de casal - Divulgação/Tátika Comunicação e Produção Proposta de loft dividido em quatro pequenos ambientes: sala de jantar, home, escritório e quarto de casal
 
Cristina Farago também criou um espaço de convivência que pode ser considerado polivalente. No projeto, um loft dividido em quatro pequenos ambientes, inclui sala de jantar, home, escritório e quarto de casal. “Meu ambiente foi pensado para uma executiva, uma empresária sofisticada”, explica Cistina. O clássico está presente nos seus ambientes em detalhes como a iluminação clean e o papel de parede, já o contemporâneo aparece na cortina com iluminação, na cabeceira da cama do quarto e em um pendente que enfeita a mesa de jantar. As cores escolhidas por foram predominantemente o marrom e o off white.

Um espaço para curtir e receber convidados com conforto e elegância foi a proposta de Bárbara Paiva. “As funções de acolher, como assistir televisão, jantar, relaxar se integram por meio do mobiliário confortável com aconchego e sofisticação”, explica Bárbara, que apostou em cores neutras e um mobiliário moderno, “com poucos elementos, propus a criação de áreas amplas e integradas”. Uma preocupação de Bárbara foi dar mobilidade a quem for utilizar o ambiente. Para isso, os móveis foram distribuídos de forma prática, o que deixou a cena dinâmica e com fácil circulação.
Cores neutras e um mobiliário moderno, com poucos elementos, propõem a criação de áreas amplas e integradas - Divulgação/Tátika Comunicação e Produção Cores neutras e um mobiliário moderno, com poucos elementos, propõem a criação de áreas amplas e integradas
 

Tags: minascentro

Anúncios do Lugar Certo

Outros artigos

ver todas
05 de outubro de 2016
26 de setembro de 2016
23 de setembro de 2016