Solução para inovar e dar cara nova aos ambientes pode estar nas paredes

Móveis deslumbrantes não salvam ambientes em que as paredes são vazias, ou na cor errada

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 06/08/2013 08:00 / atualizado em 05/08/2013 16:30
Pinturas, quadros, adesivos, papel de parede, tecidos, vidros, revestimentos, nichos, espelhos podem ser um grande diferencial na hora de decorar - Divulgação/Nardim Júnior Pinturas, quadros, adesivos, papel de parede, tecidos, vidros, revestimentos, nichos, espelhos podem ser um grande diferencial na hora de decorar
 
 
Com a composição harmônica do ambiente em relação à escolha e disposição de móveis, o que ainda pode causar a impressão de que o espaço está sem graça são as paredes. Espaços ociosos em paredes ou mesmo com a cor errada, podem tirar a beleza dos outros móveis e elementos do cômodo.

As soluções para dar toque final aos espaços são inúmeras. O que é relevante na hora das escolhas é o conceito que se quer imprimir, o estilo das demais peças que irão compor o ambiente e o valor do investimento que pretende fazer. “Pinturas, quadros, adesivos, papel de parede, tecidos, vidros, revestimentos, nichos, espelhos podem ser um grande diferencial na hora de decorar, e misturar tudo isso também vale”, sugere o arquiteto e decorador Nardim Júnior.

Divulgação/Nardim Júnior
 
 
Se a composição do ambiente contar com uma mobília mais neutra e em tons claros, a dica é apostar em tons marcantes, para que ganhem destaque em relação à composição total. Cores cítricas, por exemplo, estão em alta e alegram qualquer ambiente. Listras, flores e estampas também são ótimas apostas. Dependendo do conceito da decoração, ainda é possível a aplicação de um mosaico com pastilhas ou azulejos, que agregam criatividade e personalidade ao cômodo. “Com as paredes mais marcantes é possível contrastar de maneira mais interessante; para quem quer dar uma mudada rápida, misturar vários quadros é uma ótima saída, mas é importante seguir uma linha, que pode ser pelo tema ou estilo de pintura”, explica Nardim.

Já se for o contrário, se as peças e o mobiliário já forem em tons fortes, o equilíbrio para não errar está em paredes claras, que ainda garantem amplitude aos cômodos. O diferencial, segundo o arquiteto, pode vir de texturas, espelhos, arandelas e elementos sutis que remetam suavidade. “Para quem tem uma personalidade mais ousada, é possível mesclar objetos de presença e muitas cores com paredes também fortes, mas é preciso que haja um certo diálogo entre estes elementos. pecar pelos excessos deixa o ambiente cansativo e pesado, não cria o clima aconchegante que é preciso em um lar”, finaliza.
 
Divulgação/Nardim Júnior
 

Tags: barulho

Anúncios do Lugar Certo

Outros artigos

ver todas
05 de outubro de 2016
26 de setembro de 2016
23 de setembro de 2016