Oscar Niemeyer terá 342 projetos inéditos digitalizados e disponíveis ao público

O material consiste em croquis, álbuns e desenhos técnicos inéditos, que estavam guardados em salas, das quais poucos tinham acesso, serão digitalizados e disponibilizados ao público

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 20/08/2013 08:03 / atualizado em 19/08/2013 15:38 Diane Lourenço /Correioweb
Acervo com 342 projetos arquitetônicos de Oscar Niemeyer, produzidos entre 1938 e 2012, será digitalizado e colocado para acesso do público. O trabalho será realizado pela Fundação Oscar Niemeyer, responsável pela guarda dos documentos do arquiteto, em parceria com o Instituto Itaú Cultural. Fazem parte da coleção: croquis, álbuns e desenhos técnicos inéditos, que estavam guardados em salas restritas.

Muitos dos projetos nem saíram do papel, mesmo assim, são bastante inspiradores, destaca o diretor de licenciamento da Fundação e bisneto do arquiteto, Carlos Ricardo Niemeyer. “São álbuns, croquis e desenhos técnicos ao quais o público não tinha acesso. Muitos desses documentos, que incluem projetos de obras públicas e também de casas, nem saíram do papel, mas são muito inspiradores”, disse.


Por ser considerada importante fonte histórica e artística, Carlos Ricardo afirma que a digitalização do acervo é uma conquista importante para a sociedade. “Conseguir o apoio para a digitalização do acervo, através da Lei Rouanet, foi uma conquista. Além da digitalização do acervo, o dinheiro também será investido no tratamento e na catalogação e papéis que ainda não passaram por esse processo”, explica.

A digitalização do acervo tem início a partir de setembro deste ano e todo o processo deve durar quatro meses. No início de 2014, essa nova fatia do acervo será digitalizada. “Os documentos ainda não registrados serão catalogadas. A expectativa é que em maio todo o trabalho já esteja finalizado e disponibilizado no site da Fundação Oscar Niemeyer”, revela Carlos Ricardo.

Manuscrito de 1964 para o projeto Plano da Cidade de Negev, que não foi construído e está disponível à visualização do público - Fundação Oscar Niemeyer/Divulgação Manuscrito de 1964 para o projeto Plano da Cidade de Negev, que não foi construído e está disponível à visualização do público


Centro de referência

Além de ser responsável por dar apoio e assessoramento técnico à realização de obras, à preservação e à restauração de espaços projetados por Oscar Niemeyer, a fundação também se tornou referência mundial em pesquisas voltadas para arquitetura, urbanismo, design e artes plásticas. Reconhecida pelo importante centro de documentação, a entidade é um centro de informação e pesquisa voltado para a reflexão, difusão valorização e preservação da memória da arquitetura moderna brasileira e do patrimônio arquitetônico do país.

Projeto inédito criado em 1967 para o Centro Espiritual dos Dominicanos e que também não foi construído - Fundação Oscar Niemeyer/Divulgação Projeto inédito criado em 1967 para o Centro Espiritual dos Dominicanos e que também não foi construído

Tags: desvantagens

Anúncios do Lugar Certo

Outros artigos

ver todas
05 de outubro de 2016
26 de setembro de 2016
23 de setembro de 2016