Área privativa em prédios ganha a preferência dos moradores

Usuários aproveitam o local de acordo com suas necessidades. Demanda valoriza o imóvel, que é um dos primeiros a ser vendido

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 19/09/2013 08:05 / atualizado em 19/09/2013 09:41 Celina Aquino /Estado de Minas
Reprodução/Internet/belohorizonte.olx.com.br

Se antes um apartamento no térreo era o menos valorizado, agora ele é um dos primeiros a ser vendido. O motivo é a procura crescente por área privativa. Principalmente em prédios sem área de lazer e com unidades mais compactas, o morador ganha um espaço que pode ser aproveitado de formas variadas. Diante disso, as construtoras se interessam cada vez mais em oferecer um produto que atenda às necessidades do comprador.

Segundo o corretor de imóveis, Fabiano Taylor, apartamento com área privativa atende um público bem diversificado, que vai desde famílias em busca de mais espaço, solteiros que pensam em ter uma área gourmet até idosos ou pessoas com dificuldade de locomoção, que preferem morar no primeiro andar. "Os clientes têm a possibilidade de instalar churrasqueira, fogão a lenha, piscina ou spa. Eles também podem aproveitar o espaço para tomar sol, montar um jardim, criar animais de estimação, espalhar brinquedos para as crianças ou aumentar a área de serviço", sugere o corretor.

De acordo com Carlos Pedrosa Braga, empresário do mercado imobiliário, o comprador de apartamento com área privativa é aquele que sonha com cobertura, mas ainda não tem poder aquisitivo para adquiri-la. "Enquanto uma unidade no térreo custa até 20% acima do apartamento-tipo, uma cobertura pode valer 50% a mais. Uma das razões da diferença de preço é a questão de privacidade, já que todos os moradores conseguem enxergar o espaço no térreo. Por outro lado, em alguns empreendimentos são oferecidas áreas privativas maiores que o próprio apartamento", explica.

Segundo Taylor, os valores dos imóveis contam bastante na compra. “O metro quadrado está tão caro que tudo que puder ser repassado para o cliente é lucro. É uma forma da construtora aproveitar mais o terreno”, analisa. A exceção, de acordo com o corretor, está em prédios mais luxuosos. Como eles costumam ter mais de um nível de garagem e área de lazer completa, geralmente não sobra espaço para construir unidades com área privativa.

Tags: design

Anúncios do Lugar Certo

Outros artigos

ver todas
05 de outubro de 2016
26 de setembro de 2016
23 de setembro de 2016