Empresas investem em métodos construtivos modernos para agilizar obras

Técnicas de construção garantem maior agilidade e segurança nos processos, além de reduzir custos e melhorar qualidade

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 07/10/2013 08:02 Sara Lira /Estado de Minas
Painel para construir a fachada do prédio utiliza blocos de concreto pré-moldados, que são colocados com chapas metálicas chumbadas na estrutura - Teicom/Divulgação Painel para construir a fachada do prédio utiliza blocos de concreto pré-moldados, que são colocados com chapas metálicas chumbadas na estrutura
 
 
Um dos maiores medos do consumidor que compra um apartamento na planta é o atraso na entrega do imóvel. Quando isso ocorre, o que antes fora planejado deve ser mudado na última hora pelo fato de a construtora não ter cumprido com o prometido na assinatura do contrato. Mas para evitar esse imprevisto, muitas empresas vêm tentado modernizar as técnicas que, aplicadas no período da construção do empreendimento, podem agilizar a conclusão das obras. Esses métodos podem, ainda, garantir maior segurança à construção, tanto para quem trabalha nela, quanto para quem vai adquirir o produto final.

Alguns métodos ainda são pouco usados no Brasil, já outros são comuns. Além de maior agilidade e segurança, essas técnicas podem representar redução nos custos da obra. É o caso do painel arquitetural, forma de construir a fachada do prédio utilizando blocos de concreto pré-moldados já prontos e que vão sendo colocados com chapas metálicas chumbadas na estrutura. A EPO Engenharia é uma das construtoras que tem utilizado a técnica para construir um de seus prédios que, pelo projeto arquitetônico, terá formato arredondado. “Usamos para atender o projeto e também para sair do convencional”, afirma a coordenadora de obras da construtora, Márcia Santos, sobre o residencial Vale do Sol, que contará com 22 apartamentos, sendo um por andar, no Vale do Sereno, em Nova Lima, na Grande BH.

Ela explica como a técnica é aplicada. “Ele (bloco) sobe pronto e o processo de instalação é simultâneo ao da estrutura. Normalmente, nos processos convencionais tem que terminar a estrutura, as alvenarias de vedações, para depois ir fazendo o revestimento da fachada. No caso do painel arquitetural, ele é instalado simultâneo à estrutura e quando esse processo terminar, a fachada já ficara pronta também”, diz a coordenadora de obras da EPO.

Andaime

Já outra técnica utilizada também para adiantar a construção da fachada é o andaime fachadeiro. Ele é colocado à medida em que a estrutura vai sendo levantada de modo que não é necessário concluí-la para depois iniciar a fachada. Diferentemente do esquema utilizado no andaime do tipo balancinho, que só é colocado depois da finalização da estrutura, sendo preciso também a colocação de apara-lixos e guarda-corpos, no fachadeiro não é necessária a utilização desses instrumentos, o que permite maior segurança para quem trabalha na obra.

Segundo o engenheiro da Somattos, Filipe Berzoini, esse tipo de andaime está sendo utilizado na construção do Edifício Vivere, no Bairro Estoril, Região Centro-Sul de Belo Horizonte, empreendimento da construtora Tetum. Ele confirma que a técnica pode adiantar a entrega da obra. “No Vivere, por exemplo, estamos fazendo o nono pavimento da estrutura e a massa da fachada já está pronta em alguns lugares até o quinto pavimento. Se fôssemos utilizar o andaime do tipo balancinho isso não poderia ser feito. Por meio dessa técnica, conseguimos adiantar a entrega de obras, em geral, em cerca de dois a três meses”, finaliza.

Tags: decoração

Anúncios do Lugar Certo

Outros artigos

ver todas
05 de outubro de 2016
26 de setembro de 2016
23 de setembro de 2016