Baús se destacam para compor e dar charme extra na decoração da casa

Muito usados em séculos passados, eles são úteis para guardar vários objetos, como fotos, revistas, roupa de cama, entre outros

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 21/11/2013 08:04 / atualizado em 05/11/2013 15:04 Paula Takahashi /Estado de Minas
Seja como mesa de centro, de canto, criado-mudo, banco e até aparador, os baús viraram coringa quando o assunto é decorar - Divulgação/Jomar Bragança Seja como mesa de centro, de canto, criado-mudo, banco e até aparador, os baús viraram coringa quando o assunto é decorar
 
 
Peça indispensável nas longas viagens marítimas do século 15, os baús estão em alta e ganham cada vez mais versatilidade. Muito além da função de armário, invadem os cômodos da casa e podem se adaptar a qualquer decoração. “Com o uso das malas, os baús perderam esse caráter utilitário e ficaram cada vez mais fortes como item de decoração, principalmente com as versões mais contemporâneas disponíveis hoje”, afirma o arquiteto Marcos Nobre.

 
Seja como mesa de centro, de canto, criado-mudo, banco e até aparador, os baús viraram coringa quando o assunto é dar um ar ao mesmo tempo sofisticado e rústico ao ambiente. “Podemos usá-los de forma displicente e inovadora em um cantinho pouco aproveitado e para compor ambientes”, orienta Marcos. O velho acabamento em madeira também é atualizado. Além de materiais como couro, pano e corda, versões mais futuristas como as metálicas chegam ao mercado. Os valores são extremos: podem partir de pouco mais de R$ 200 e ultrapassar a casa dos R$ 5 mil.

Assim como os preços, os tamanhos também variam muito. “Aqueles que são utilizados de apoio, como mesa de canto e criado mudo, devem ser menores”, alerta o arquiteto. Os maiores, podem ser colocados no pé da cama, um ótimo apoio para tirar os sapatos e trocar de roupas. Para ficar mais confortável e ganhar um tom descontraído, podem receber futon ou almofadas em cima. Vale lembrar que esses baús devem ser resistentes se a intenção é que eles se tornem bancos ou pufes.

Dependendo da extensão da sala, versões maiores e mais baixas podem servir de mesa de centro. Vale colocar uma bandeja em cima para servir de suporte para copos e outros itens decorativos. “Se a pessoa tem um conjunto de malas e baús antigos, pode fazer alguma composição”, afirma Marcos. Colocando as unidades em pilha, que se assemelha a uma pirâmide, é possível decorar apenas com um vasinho de flor sob a última.

Divulgação/Jomar Bragança
 
 
Invasão das malas

Versões antigas, muitas vezes herdadas de família, podem passar por uma revitalização, ganhar cor e acabamento e virar uma bela peça de decoração. O arquiteto Marcos Nobre fez o inusitado. Pegou uma antiga maleta em ferro usada para guardar ferramentas de carpintaria e a reciclou. Depois, colocou como aparador em um banheiro retrô (veja foto). Além de suporte, ainda serve como espaço para serem guardados itens como toalha de rosto e produtos de higiene pessoal.

Para quem tem um item desse em casa e não sabe o que fazer, uma boa dica é buscar empresas de restauração. “Pode ser feita policromia, trabalho com laca colorida e outros efeitos que dão vida ao ambiente”, afirma Marcos. Se não há opções em casa, o ideal é recorrer às lojas de decoração. Há várias opções para todos os gostos. Antiquários também são ótimos lugares para garimpar itens exclusivos.

Como usá-lo

Mesa de centro; mesa de canto; criado-mudo; banco; aparador de TV; sapateira; armário para roupa de cama e guarda-brinquedos de criança.
 
Divulgação/Marcos Nobre
 

Tags: lançamento

Anúncios do Lugar Certo

Outros artigos

ver todas
05 de outubro de 2016
26 de setembro de 2016
23 de setembro de 2016