Americano cria casa ecológica e sustentável com R$ 19 mil na Tailândia

Casa arredondada levou pouco mais de um mês para ficar pronta e foi construída pelas mãos de apenas três pessoas

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 06/12/2013 13:06 / atualizado em 11/12/2013 14:59 Joana Gontijo /Lugar Certo
Steve Areen/Divulgação

Steve Areen/Divulgação
Nos dias de hoje, a construção e a arquitetura têm se empenhado em desenvolver técnicas para equacionar e minimizar os impactos ambientais, cada vez mais deixando claros os benefícios potenciais internos e externos aos empreendimentos que adotam as premissas da sustentabilidade. Fora do âmbito das grandes corporações ou de escritórios renomados, algumas iniciativas individuais que começam a surgir pelo mundo estão mostrando como morar em harmonia com a natureza é mais simples do que se imagina. E muitas destas estruturas ecológicas, na maioria das vezes erguidas por grupos pequenos de pessoas, também alcançam resultados incríveis quanto a redução de custos da obra, como alternativa até para o déficit habitacional que atinge vários países.

Esta morada na Tailândia, por exemplo, foi criada por apenas US$ 8 mil (pouco menos de R$ 19 mil). Composta com materiais reaproveitados, a casa foi construída de maneira totalmente artesanal pelo ex-comissário de bordo e fotógrafo americano Steve Areen, com a ajuda de alguns moradores da região. Barata, simples, sustentável, e ainda com um visual encantador. Assim é a Dome Home, um sonho que se tornou real em apenas seis semanas.


O projeto teve tanto êxito que já é amplamente conhecido e está dando o que falar. A história começou com as viagens longas e solitárias de Steve pelo planeta. Por 22 anos, o fotógrafo percorreu os lugares mais remotos, quase sempre sozinho, com a curiosidade como a maior companheira, como ele próprio descreve. Em um desses trajetos, o encontro com um pedaço de terra no noroeste da Tailândia, onde existia um mangueiral, levou à decisão de conceber, ali, a pequena casa em formato cupular.
Steve Areen/Divulgação


A partir de tijolos de concreto, e com o apoio de dois ajudantes, apareceu a base da construção. Materiais adquiridos junto à população local deram contorno às portas, prateleiras, um lago e a singela varanda, fabricados pelo americano. O aquecimento e iluminação naturais são favorecidos no interior, reforçados pelas generosas janelas e no quarto coberto com telhado verde. O banheiro lembra um tipo de pátio, com água e plantas. Além de econômica, a Dome Home é linda por dentro e por fora, e leva a refletir sobre a importância muitas vezes exagerada que o homem moderno confere às coisas materiais.

O conceito japonês de “compact living” dá o norte ao projeto da residência ecológica de Steve Areen, induzindo a pensar sobre novas possibilidades de habitação, principalmente diante de problemas como os altos índices de densidade demográfica em diversas cidades. A intenção de Areen é introduzir a ideia nos Estados Unidos, mas ele tem a noção de que a rígida legislação norte-americana em relação a construção e moradia representa, para esta proposta, uma empreitada muito mais desafiadora.
Steve Areen/Divulgação

Tags: imóvel

Anúncios do Lugar Certo

Outros artigos

ver todas
05 de outubro de 2016
26 de setembro de 2016
23 de setembro de 2016