Crie ambientes contemporâneos e ocidentais com as lanternas japonesas

Mesmo com o apelo tradicional milenar das decorações orientais é possível criar decorações despojadas com as encantadoras lanternas japonesas

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 16/01/2014 08:00 / atualizado em 16/01/2014 11:19 Diane Lourenço /Correioweb

Entre as inúmeras tradições originárias da cultura oriental que encantam qualquer decorador e designer está a composição de ambiente com as lanternas japonesas. Criadores do papel de seda e de artefatos que exigem delicadeza na confecção, as lanternas são responsáveis por traduzir a leveza e suavidade que o objeto traduz aos ambientes.


Além da beleza, outro fator que também chama atenção para os projetos de design de interiores com as peças japonesas é o baixo custo do material. As dimensões e a diversidade de cores da luminária também abrangem vários tipos de ambientes, podendo compor salas de jantar, cozinhas, quartos, salas de estar, varandas e jardins.



Para quem gosta de impor a própria personalidade e criatividade, a decoração com lanternas no estilo japonês, por ser um material mais em conta e de fácil instalação, também permite a personalização do adereço. Aliado a retalhos de tecido ou até agregados ao papel de seda é possível criar uma atmosfera romântica ao projeto de decoração ou até pop moderna. Basta aliar um pouco de inspiração ocidental para personalizar o objeto.

A arquiteta e decoradora Yeda Garcia ressalta que a lanterna japonesa original é criada com papel de arroz, mas para quem quer produzir um ambiente mais contemporâneo o material sintético permite uma nova roupagem. Segundo ela, redesenhar o objeto com outros adereços, também permite criar verdadeiras obras de arte para a decoração.

“Ao criar uma escultura de luz a partir da esfera da lanterna japonesa gera um resultado estético muito bom com custo baixo. Trata-se de um recurso contemporâneo que permite fazer uma releitura do objeto e isso é uma maxtendência mundial, que é reutilizar o objeto, ou até acrescentar um formato mais ousado”, destaca Garcia.


Tags: decoração

Anúncios do Lugar Certo

Outros artigos

ver todas
05 de outubro de 2016
26 de setembro de 2016
23 de setembro de 2016