Pré-montado reduz tempo da obra é opção para grandes construções

Sistema de pré-fabricados de concreto tem sido utilizado principalmente construções de grande porte, como shopping centers e estaleiros

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 24/09/2014 08:02 Mariana Clarissa
HERATON/DIVULGAÇÃO

A produção de partes de empreendimentos em canteiros externos já começa a se tornar comum. O método tem se tornado possível com o uso de sistemas pré-fabricados de concreto, que garantem obras mais rápidas e atestam a qualidade do produto. De acordo com especialistas do mercado imobiliário, os pré-montados são utilizados principalmente para grandes construções, como shoppings e estaleiros.

O diretor do Sinduscon-PE, Geraldo Gusmão, pontua que além de diminuírem o tempo de obra, os pré-fabricados geram uma construção sustentável. "A obra se torna mais limpa, porque se evita a formação de entulhos no canteiro, que em linhas tradicionais representam 40% do que se produz nas obras. Já com os pré-moldados, o números pode chegar a 15%", afirma. No entanto, o presidente em exercício do Sinduscon, José Antônio de Simon, alerta: "O uso desse método só é economicamente vantajoso para construções em série."

Um exemplo está no Sheraton Reserva do Paiva, da Odebrecht. Na construção do empreendimento foram introduzidos na estrutura do projeto mais de 300 banheiros prontos. A instalação é feita com a ajuda de um guindaste que ergue e coloca o cômodo em uma plataforma móvel, levando até o local indicado. As redes elétrica e de esgoto são pré-montadas e é feita uma ligação durante a preparação.

De acordo com a Odebrecht, o tempo de obra é reduzido em pelo menos 30%. "Sem o sistema pré-fabricado, a obra seria realizada em 27 meses. Com o uso do sistema, foi reduzida em sete meses", pontua Fabiano Antunes, o responsável por engenharia da Odebrecht.

Tags: mercado imobiliário

Anúncios do Lugar Certo

Outros artigos

ver todas
05 de outubro de 2016
26 de setembro de 2016
23 de setembro de 2016