Minha Casa, Minha Vida recebeu investimentos de R$ 200 bilhões do governo

Ao fazer balanço dos números do programa habitacional, a presidente Dilma Rousseff na última coluna semanal do mês de janeiro anunciou contratar outras 510 mil casas em 2014

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 03/02/2014 08:00 / atualizado em 31/01/2014 12:59 CorreioWeb /Lugar Certo
Governo Federal já investiu cerca de R$ 200 bilhões no programa Minha Casa, Minha Vida e em 2014 serão contratadas outras 510 mil casas - Jorge Cordeiro/Agecom-BA Governo Federal já investiu cerca de R$ 200 bilhões no programa Minha Casa, Minha Vida e em 2014 serão contratadas outras 510 mil casas

A presidente Dilma Rousseff durante a última coluna semanal do mês de janeiro, anunciou contratar outras 510 mil casas em 2014. De acordo com os dados apresentados, até agora, o Governo Federal já investiu cerca de R$ 200 bilhões no programa Minha Casa, Minha Vida e em 2014 serão contratadas outras 510 mil casas. Segundo ela, a expectativa é cumprir a meta de 2,750 milhões de casas contratadas até o final desse ano.

O principal é que, por trás desses números, estão milhões de pessoas, milhões de famílias que não haviam conseguido comprar sua casa, e que, agora, estão tendo a oportunidade de fazer um financiamento com uma prestação que cabe no bolso. Isso é uma grande conquista, sobretudo, para as famílias de renda mais baixa”, destacou a presidente.

A coluna também destaca que muitas das famílias que financiam as casas pelo programa são formadas por casais jovens. A maioria ganha de R$ 1.600,00 até R$ 3.275,00. O subsídio pode chegar a R$ 25 mil dependendo da renda e seguindo o critério de quanto menor a renda, maior o subsídio. De acordo com a presidente, como o juro do programa é baixo, a partir de 4,5% ao ano mais a TR, as prestações ficam menor que o aluguel mensal que pagariam.

Outro destaque enfatizado na coluna é a abrangência do programa para as famílias com renda entre R$ 3.275,00 e R$ 5 mil, oferecendo uma taxa de juros baixas e pagando parte do seguro. As condições do financiamento variam de acordo com a renda da família. Quem tem renda familiar de até R$ 1.600,00 por mês paga uma prestação que não pode passar de 5% da renda da família, e o Governo subsidia até 96% do valor do imóvel. O prazo para pagar a moradia nessa faixa de renda é de dez anos.

Tags: condomínio

Anúncios do Lugar Certo

Últimas notícias

ver todas
12 de novembro de 2018
08 de novembro de 2018
04 de novembro de 2018
03 de novembro de 2018
01 de novembro de 2018