Vanguardista de escola de design alemã tem exposição fotográfica no DF

Bauhaus é sinônimo de arquitetura e design e serve de inspiração para projetos de vários profissionais da área até nesta época mais contemporânea

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 06/02/2014 08:00 / atualizado em 06/02/2014 10:50 CorreioWeb /Lugar Certo
Instituto Goethe/Divulgação

Uma exposição inédita de fotografias da Bauhaus, a vanguardista escola superior de design alemã fundada por Walter Gropius, está em exposição no Museu Nacional de Brasília. Após turnê pelas cidades de São Paulo, Salvador e Curitiba, a mostra traz imagens inspiradoras para arquitetos e profissionais do design da cidade. A exposição faz parte da temporada "Alemanha+Brasil 2013-2014 – Quando ideias se encontram", e tem a curadoria de Anja Guttenberger.

Ao todo são 100 obras de alunos ilustres da Escola Bauhaus, como Lucia Moholy e Lászió Moholy-Nagy. As peças ilustram perspectivas extremas e truques profissionais, o manuseio experimental e profissional da mídia fotográfica na instituição. As fotos produzidas compõem uma imagem que até hoje é símbolo nas escolas de artes mais importantes do século XX.

Para a grande maioria das pessoas, Bauhaus é sinônimo de arquitetura e design, mas poucos sabem que fotografia e filme tiveram um papel não menos importante na Escola de Design e Artes alemã. O Museu de Design em Berlim possui o maior acervo de imagens da Escola Superior alemã no mundo, com mais de 40 mil registros fotográficos. A instituição mostrará uma seleção das 100 obras mais representativas da coleção, incluindo fotografias de Lucia Moholy, László Moholy-Nagy e T. Lux Feininger.

História

Conhecida por sua influência na arquitetura e design, a Escola Bauhaus foi fundada em 1919, pelo arquiteto alemão Walter Gropius. O espaço vanguardista tinha como objetivo unir arte à indústria e sua finalidade era sugerir peças para a produção em série com conceito e design inovadores.

A instituição democrática, fechada pelo nazismo em 1933, funcionava com ensino colaborativo e aceitava novas linguagens e maneiras de criações, independente da hierarquia tradicional entre professores e alunos.

Fotografia e filme tiveram importância na Escola de Design e Artes alemã. O registro de imagens só foi considerado uma matéria institucional a partir de 1929, porém as câmeras fotográficas e atividades audiovisuais já faziam parte do cotidiano da escola há mais tempo.

Programação
Visitação até 9 de março
Terça-feira a domingo, de 9h às 18h30
Entrada Franca

Tags: ambiente

Anúncios do Lugar Certo

Últimas notícias

ver todas
18 de outubro de 2018
15 de outubro de 2018
14 de outubro de 2018
11 de outubro de 2018
09 de outubro de 2018