Google e construtoras inauguram maior usina de energia solar do mundo

Com 300 mil placas, o empreendimento teve investimento de 1,6 bilhão de dólares e terá capacidade de gerar 392 megawatts de energia, capacidade suficiente para abastecer cerca de 140 mil casas nos Estados Unidos

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 20/02/2014 08:00 / atualizado em 20/02/2014 10:02 CorreioWeb /Lugar Certo
Google/Divulgação

Começou a operar nos Estados Unidos, no último dia 13 de fevereiro, a usina solar que está sendo considerada a maior usina do mundo. A Ivanpah Solar Electric Generating System está instalada no estado da Califórnia e contou com o investimento de 1,6 bilhão de dólares. O empreendimento é referência mundial e tem capacidade para gerar 392 megawatts de energia elétrica, o suficiente para abastecer cerca de 140 mil casas.


A usina pertence às empresas NRG Energy, BrightSource Energy e Google e está localizada em uma área de 13 km², o que corresponde a 1.300 campos de futebol. Com 300 mil placas de 2 m de altura e 3 m de largura, a capacidade do complexo é quatro vezes maior do que a usina de Shams 1, nos Emirados Árabes, que era a maior do mundo. O complexo terá, ao todo, três torres com 140 m de altura cada.



A usina poderá gerar 30% de toda a energia solar térmica atualmente produzida nos Estados Unidos. Com o tanto de eletricidade que produz, a Ivanpah Solar Electric Generating System será capaz de uma redução média a 400 mil toneladas métricas nas emissões de CO2, por ano. As obras foram iniciadas em 2010 e empregou cerca de 3.000 trabalhadores.



Segundo o governo americano, com a redução de energia, o grande investimento está previsto para ser totalmente pago em 30 anos. Devido a problemas jurídicos, a usina atrasou um pouco para entrar em operação. Ela tem recebido críticas de ambientalistas porque vai afetar o habitat da Gopherus agassizii, uma espécie de jabuti do deserto que está ameaçada de extinção. A BrightSource se defende dizendo que vai investir US$ 56 milhões em medidas de proteção e realocação desse animal.

Funcionamento

Distribuídos em distância e metragem milimetricamente calculada, 346 mil espelhos refletem a luz solar para torres onde há caldeiras com água. O calor ferve a água, que vira vapor e movimenta as turbinas da usina, gerando eletricidade. A usina vai evitar a emissão de 640 mil toneladas de CO2 por ano - o equivalente a retirar 70 mil carros das ruas.


Tags: pessoas

Anúncios do Lugar Certo

Últimas notícias

ver todas
12 de novembro de 2018
08 de novembro de 2018
04 de novembro de 2018
03 de novembro de 2018
01 de novembro de 2018