Casa popular com mão de obra remunerada poderá ter isenção previdenciária

De acordo com a proposta, a construção deverá ser feita por agentes públicos de habitação da União, sendo obras isoladas ou parte de conjuntos habitacionais

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 10/03/2014 08:00 / atualizado em 06/03/2014 09:50 Agência Câmara
A lei já estabelece a não cobrança de contribuições previdenciárias para a casa familiar para uso próprio, sem mão de obra assalariada - Carlos Vieira/CB/D.A Press A lei já estabelece a não cobrança de contribuições previdenciárias para a casa familiar para uso próprio, sem mão de obra assalariada
 
 
A Câmara dos Deputados analisa o Projeto de Lei 6083/13, do deputado Osmar Serraglio (PMDB-PR), que isenta de contribuições previdenciárias quem construir habitações populares de até 70 m2, mesmo com mão de obra remunerada.

Pela proposta, a construção deverá ser feita pelas Companhias de Habitação Popular Brasileiras (Cohab); por agentes públicos de habitação da União, de estados ou de municípios; ou ainda por cooperativas habitacionais. A obra pode ser isolada ou fazer parte de conjuntos habitacionais.

A isenção será acrescida à prevista na Lei de Custeio da Previdência (8.212/91), que já estabelece a não cobrança de contribuições previdenciárias para a casa familiar para uso próprio, sem mão de obra assalariada.

De acordo com Serraglio, a mudança é necessária porque a construção em regime de mutirão não existe mais. “A experiência de mutirão demonstrou ser ineficiente e produziu enormes problemas trabalhistas, como a mão de obra infantil e altos índices de acidentes do trabalho”, diz o parlamentar.

Para o deputado, a proposta apenas adequa a legislação à realidade atual. “O benefício da isenção tributária alcança aqueles que mais necessitam, os beneficiários dos programas de habitação popular”, afirma Serraglio.

Tramitação

A proposta tramita em caráter conclusivo e será analisada pelas comissões de Seguridade Social e Família; de Finanças e Tributação; e de Constituição e Justiça e de Cidadania.

Tags: bh

Anúncios do Lugar Certo

Últimas notícias

ver todas
15 de novembro de 2018
13 de novembro de 2018
12 de novembro de 2018
08 de novembro de 2018
04 de novembro de 2018