Com nova composição, o Conplan se reúne hoje para aprovar o PPCub

Os recém-integrantes querem mais tempo para apreciar os 200 artigos do texto, mas o governo tem pressa

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 13/03/2014 09:38 Arthur Paganini /Correio Braziliense
A ocupação do Plano Piloto será disciplinada pelo PPCub. O projeto é polêmico e, hoje, deverá haver manifestação diante da Sedhab  - Monique Renne/Esp. CB/D.A Press A ocupação do Plano Piloto será disciplinada pelo PPCub. O projeto é polêmico e, hoje, deverá haver manifestação diante da Sedhab

Motivo de polêmicas entre representantes da sociedade civil, governo e parlamentares, o Plano de Preservação do Conjunto Urbanístico de Brasília (PPCub) será colocado em votação pelo Conselho de Planejamento Territorial e Urbano do Distrito Federal (Conplan) em reunião às 9h de hoje. No entanto, os novos integrantes do órgão se negam a votar o projeto, sob o argumento de que não tiveram tempo hábil para revisar a proposta, que condensa em mais de 200 artigos e centenas de planilhas e mapas as diretrizes da ocupação do solo em Brasília, Cruzeiro, Sudoeste, Octogonal e Candangolândia. Segundo o governo, o texto atual do PPCub, sobrestado na Câmara Legislativa, deverá ser votado hoje. As alterações sugeridas pelos parlamentares serão analisadas posteriormente.

A discussão marcada para hoje será a segunda tentativa de o Conplan aprovar o PPCub. Em janeiro passado, o juiz da 3ª Vara de Fazenda Pública do Tribunal de Justiça do DF e dos Territórios (TJDFT) anulou todos os atos do conselho assumidos em 2013, a pedido do Ministério Público do DF (MPDFT). O órgão questionou o método de indicação dos membros do órgão pelo governador e pediu eleições diretas para o cargo. Embora a Justiça não tenha acatado a previsão de eleições diretas, a decisão do juiz Jansen Fialho foi o bastante para obrigar o GDF a editar o Decreto nº 35.131/2014, que ampliou o rol de entidades representativas da sociedade civil. Mesmo assim, o promotor da Ordem Urbanística Marcelo Teixeira, estuda ingressar com nova ação para fazer valer as eleições para o órgão.

“A nova composição do Conplan não traz diferença substancial do que era o antigo quadro de representantes da sociedade civil no órgão, por isso, estudamos um instrumento jurídico para fazer valer o direito do voto para a escolha desses membros. Além disso, caso as audiências públicas tenham sido realizadas sob a supervisão ou participação do antigo Conplan, outras reuniões abertas à sociedade seriam necessárias como forma de não macular o processo e legitimar a participação popular”, afirma. O caso também ganhou as redes sociais, nas quais há convocação para mobilizações em frente à sede da Secretaria de Habitação, Regularização e Desenvolvimento Urbano (Sedhab), no Setor Comercial Sul, onde será feito o encontro.

A matéria completa está disponível aqui, para assinantes. Para assinar, clique aqui.

Tags: Francisco Maia Neto

Anúncios do Lugar Certo

Últimas notícias

ver todas
23 de setembro de 2018
20 de setembro de 2018
17 de setembro de 2018
14 de setembro de 2018