Custo Unitário Básico do DF registra valor da construção civil

O CUB-DF/m² apresentou valor de R$ 1.028,44 em maio, o número leva em consideração o preço do metro quadrado e os custos adicionais

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 09/06/2014 08:00 / atualizado em 06/06/2014 15:14

O CUB/m² inclui a avaliação de um grupo de materiais com 25 itens; mão de obra de servente e pedreiro e despesas administrativas - Daniel Ferreira/CB/D.A Press O CUB/m² inclui a avaliação de um grupo de materiais com 25 itens; mão de obra de servente e pedreiro e despesas administrativas

 

O Custo Unitário Básico do Distrito Federal (CUB-DF/m²) apresentou o valor de R$ 1.028,44 em maio. O número representa uma variação negativa de 0,28%, comparado ao mês anterior. Os dados foram divulgados na quinta-feira, 5 de junho, pelo Sindicato da Indústria da Construção Civil (Sinduscon-DF).

Foram avaliados 29 insumos utilizados na construção civil. De acordo com o levantamento, no mês de maio 11 itens apresentaram aumento de preço, e outros 10 registraram redução do valor. Entre os produtos com maior representatividade na composição do CUB, e que apresentaram variação negativa, destacam-se concreto, aço e custos com a administração da obra.

Vale ressaltar que, para se ter o valor real do metro quadrado de uma obra, além do CUB-DF/m², é importante considerar os demais custos adicionais, como, por exemplo, elevadores, fundações especiais, ligações de água, luz e esgoto.

Para obter este resultado mensal, o CUB/m² inclui a avaliação de um grupo de materiais com 29 itens; mão de obra de servente e pedreiro; despesas administrativas referentes ao custo da contratação ou salário mais encargos sociais pagos ao engenheiro; e equipamento, representado pelo aluguel de betoneira.

CUB Desonerado

O valor do CUB/m² desonerado, referente ao mês de maio, apresentou uma variação negativa de 2,32% em relação ao mês anterior, passando o seu valor para R$ 969,50.

A metodologia usada no CUB/m² desonerado é a mesma do CUB/m², com a ressalva de que o desonerado não considera a incidência dos 20% referentes à Previdência Social.

É fundamental observar que, neste cálculo, o Sinduscon-DF apenas altera os valores referentes aos encargos previdenciários e trabalhistas, devido à desoneração, enquanto os benefícios só poderão sofrer alterações após Convenção Coletiva de Trabalho (CCT), se esta alterar os valores dos benefícios.


Com informação da Assessoria de Comunicação do Sinduscon-DF

Tags: cores

Anúncios do Lugar Certo

Últimas notícias

ver todas
13 de novembro de 2018
12 de novembro de 2018
08 de novembro de 2018
04 de novembro de 2018
03 de novembro de 2018