Pesquisa propõe uso de tintas naturais para reduzir custos e impacto ambiental

A ideia é trazer cores para casas e cidades, a partir de materiais simples como terra, água e cola branca

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 21/10/2014 08:02 CorreioWeb /Lugar Certo
Reprodução/Pinterest


O potencial de tintas naturais, desenvolvidas com base em receitas tradicionais e no conhecimento e tecnologias mais recentes, foi tema da pesquisa de Fernanda Cardoso, mestranda em Engenharia de Construção Civil da UFPR. A aluna, que também é arquiteta e urbanista, constatou que as tintas naturais permitem a cobertura de superfícies internas e externas, com cores representativas dos recursos naturais regionais, a custos muitos baixos (inferior a R$ 2/litro), e com impactos ambientais mínimos.

O resultado imediato do estudo desenvolvido por Fernanda foi um painel decorativo, produzido na sala PD0, no Centro Politécnico, em homenagem ao designer brasileiro Sérgio Rodrigues (1928-2014), internacionalmente conhecido por sua "poltrona mole". Paralelamente à produção da obra, a mestranda, orientada pelo professor de Arquitetura e Urbanismo, Aloísio Leoni Schmid, ministrou oficinas sobre tintas naturais e apresentou combinações de pesquisadores alemães, assim como referências próprias de tintas, que foi conhecer em comunidades dispersas no interior dos estados do Sudeste e Nordeste do Brasil.

A médio prazo, explica o docente Aloísio Schmid, espera-se que os arquitetos e urbanistas egressos da UFPR divulguem entre a população técnicas para trazer cores para suas casas, e para a cidade, a partir de materiais simples como terra, água e cola branca.

Fernanda Cardoso foi motivada a pesquisar a temática após conhecer a tese de doutorado do professor Sérgio Fernando Tavares, também do Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Construção Civil. O docente concluiu em seu trabalho que as tintas naturais constituem o item de maior consumo de energia na construção de uma casa, em condições tipicamente brasileiras, se considerada a reposição a cada 5 anos, num horizonte de 50 anos.

Anúncios do Lugar Certo

Últimas notícias

ver todas
20 de setembro de 2018
17 de setembro de 2018
14 de setembro de 2018
09 de setembro de 2018