Reforma deixa casa antiga mais elegante e funcional

Imóvel de 1946 em bairro nobre da capital é reformado para preservar estilo clássico, mas recebe elementos e técnicas modernos. Uso de materiais nobres mantém sofisticação nessa residência em Lourdes. Veja as imagens

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 02/03/2015 11:06 Thiago Ventura /Portal Uai
Henrique Queiroga/Divulgação


Transformar uma residência da década de 40 num lar que une elementos clássicos e contemporâneos foi a missão da arquitetura Marina Dubal em Belo Horizonte. O projeto foi contratado por uma jovem família com filhos pequenos que saiu de um apartamento para uma casa em Lourdes, bairro nobre da Região Sul da capital mineira.

A casa de 1946 possui generosos 400m² de área construída, em terreno com espaço suficiente para que os filhos possam desfrutar de jardim com jabuticabeira e criar um cachorro. O projeto de Dubal primou por manter as características arquitetônicas do imóvel. Onde os detalhes originais já haviam sido modificados, a profissional utilizou elementos em estilo retrô para manter o clima de Belo Horizonte dos anos 40. A reforma durou um ano e seis meses.

"Foi um projeto muito desafiador já que tínhamos que adaptar uma casa antiga à vida de uma família jovem, mantendo as características originais do imóvel e enaltecendo o charme desse conceito. Mas a alegria da família com o resultado final do projeto mostra que o desafio foi superado com sucesso", comemora Dubal.

Leia mais notícias em Decoração

Logo na entrada da casa, a varanda ganhou integração com o jardim e a sala de estar e jantar. O piso escolhido é o mármore Travertino Noce French Pattern da Palimanan que tem estilo vintage. Os móveis utilizados vieram do apartamento e casaram muito bem com o novo lar.

Henrique Queiroga/Divulgação


O sofá exibe sofá em linho, poltronas berinjela e mesa de madeira e vidro - outras peças que vieram do antigo lar. Dialogando com esse ambiente, está a a sala de jantar, com cadeiras e poltronas do designer Sérgio Rodrigues. A mesa ganhou um novo tampo, agora feito em mármore Carrara italiano.

O estilo retrô dos ambientes anteriores é quebrado na sala de TV. O enorme e confortável sofá marrom recebe a família para momentos de relaxamento. O televisor de tela fina é fixado numa estante cinza planejada para abrigar cetenas de livros do casal. O móvel foi desenhado pela arquiteta e exibe subdivisões irregulares que criam um ritmo geométrico. O resultado é um ambiente moderno e acolhedor.

Henrique Queiroga/Divulgação


Cozinha

Na cozinha, foi aplicado porcelanato ultra-fino Terra Tile em cima do piso anterior, uma técnica que dá mais velocidade à obra. Nas paredes, duas opções: cerâmica bizotada branca sobre fogão e bancada e fórmica azul. O destaque do ambiente, contudo, fica na bela mesa em madeira de demolição, que dialoga com a luminária pendente da Templuz. Por fim, elementos coloridos como pratos decorativos e panelas e ventilador vermelhos dão recorte divertido e moderno à cozinha.

Henrique Queiroga/Divulgação


Ainda na área pública, há o lavatório, que exibe uma peça que confere toque especial à residência. O casal herdou um antigo lavabo com misturadores que foram reformados para o projeto. A peça possui bela ornamentação floral, que ficou ainda mais delicada com a cerâmica bizotada das paredes, faixa em madeira de demolição e espelho sobre quadro de MDP com retro iluminação.

Dormitórios

No andar superior, encontram-se os quartos da família. Para acessá-los, a antiga escada foi mantida, mas com corrimão totalmente reformado no estilo original. Na base do elemento, uma divertida mesa-bicicleta. Os quartos das meninas são ambientes femininos e delicados, com utilização de móveis em palha branca. Nichos guardam brinquedos, toy art e lembrancinhas de viagens pelo mundo.

Henrique Queiroga/Divulgação


Os banheiros têm porcelanato cimentício no piso e pastilha retangular na parede e armários projetados com portas espelhadas. No destinado aos filhos, baú em laca amarelo e brinquedos. E as clássicas banheiras foram mantidas, tornando um ambiente clássico e atual no mesmo tempo.

Henrique Queiroga/Divulgação

Henrique Queiroga/Divulgação
Henrique Queiroga/Divulgação

Henrique Queiroga/Divulgação

Henrique Queiroga/Divulgação

Henrique Queiroga/Divulgação

Henrique Queiroga/Divulgação

Henrique Queiroga/Divulgação

Henrique Queiroga/Divulgação

Anúncios do Lugar Certo

Últimas notícias

ver todas
19 de janeiro de 2019
17 de janeiro de 2019
14 de janeiro de 2019
13 de janeiro de 2019
12 de janeiro de 2019