Vistoria na entrega do imóvel garante mais segurança

Outros benefícios são menor índice de acionamento da assistência técnica pós-obra e maior satisfação do consumidor

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 14/08/2015 09:30
Quinho
Conferir item por item do imóvel antes de receber as chaves pode livrar o proprietário de algumas dores de cabeça. Após a conclusão das obras, o apartamento e suas áreas comuns devem passar por minuciosa vistoria: é preciso verificar se há desconformidades com o contrato e projeto apresentados. Segundo Valéria Vasconcelos, perita de engenharia, avaliadora e diretora do Instituto Brasileiro de Avaliações e Perícias de Engenharia de Minas Gerais (Ibape-MG), essa conferência precede a entrega definitiva das chaves, em tese, a conclusão das obrigações da construtora com os compradores. “Trata-se de uma inspeção geral para ver se o que está sendo entregue reflete exatamente o que foi comprado”, explica.

O ideal, segundo Daniel Rodrigues, também perito de engenharia, avaliador e diretor do Ibape-MG, é que seja contratado, pelo comprador, um profissional habilitado (engenheiro ou arquiteto) e qualificado para fazer vistoria e perícia. Esse deve identificar a existência de falhas construtivas, serviços que não foram efetivamente concluídos, e até mesmo, a utilização de materiais construtivos com características e padrões divergentes dos que foram adquiridos pelo comprador na época da negociação.

São mais de 30 itens a serem conferidos, entre eles o sistema de abertura, fechamento e alinhamento das portas e janela; funcionamento das fechaduras e puxadores; pintura (principalmente nas partes inferior e superior, que não são diretamente visíveis); o nivelamento e rejuntamento de pisos e a padronização de paredes e bancadas. Também é importante observar a presença de manchas, fissuras e se há uniformidade de cor. “As instalações hidrosanitárias, de gás, elétricas e de telefonia também precisam ser testadas em toda a sua funcionalidade.É importante fazer também a aferição das medidas conforme detalhado em contrato”, explica Valéria.

Leia mais notícias em Últimas

O Ibape-MG recomenda que o comprador descreva no Termo de Recebimento, também conhecido como Termo de Entrega das Chaves, todas as desconformidades encontradas no recebimento do imóvel, e vincule esse documento ao Laudo de Vistoria elaborado pelo profissional por ela contratado. “Dessa forma, o comprador terá em mãos informações suficientes para subsidiar o seu acordo administrativo com a empresa construtora para fins de corrigir as desconformidades encontradas. No caso de uma demanda judicial, terá em mãos informações importantes que poderão funcionar como elemento de prova”, explica Daniel.

A assinatura do Termo de Recebimento é uma prática adotada pela maioria das construtoras, mas segundo Valéria, muitas vezes não é dada pelo comprador a devida importância ao processo e, não raras às vezes, por entusiasmo ou desconhecimento técnico, o documento é assinado e, somente após a ocupação do imóvel, percebe-se que muitos problemas poderiam ter sido evitados se tivessem sido apresentados questionamentos durante a vistoria para entrega das chaves. Nesse momento há, basicamente, dois árduos caminhos a percorrer: desembolso de gastos não previstos ou solicitar a reparação devida.


“Se no ato do recebimento do imóvel, o comprador identificar que a empresa construtora não cumpriu efetivamente o que foi pactuado no contrato de compra e venda deste imóvel, e que as irregularidades encontradas inviabilizam o seu recebimento, o comprador não deverá realizar a assinatura do termo de recebimento. Ele deverá imediatamente procurar um advogado para lhe auxiliar juridicamente, seja na orientação e direcionamento para um acordo administrativo, ou então, para ajuizar uma ação judicial”, alerta Daniel.


MANUAL Para fixar diretrizes básicas e parâmetros uniformes no trabalho de vistoria, o Ibape-MG está elaborando um documento normativo para a vistoria de entrega de obras. O texto, com conter conceitos, terminologias, convenções, notações e procedimentos relativos a essa atividade, deve ficar pronto em 2016.

Anúncios do Lugar Certo

Últimas notícias

ver todas
17 de setembro de 2018
14 de setembro de 2018
09 de setembro de 2018
05 de setembro de 2018