Vendas de consórcio de imóveis para mulheres cresce 73% em 2015

De olho na economia, entre janeiro e setembro de 2015, elas ficaram à frente dos homens na aquisição de carta de crédito para imóveis

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 04/11/2015 10:00 CorreioWeb /Lugar Certo
Maurenilson Freire/CB/D.A Press
Segundo dados do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), as mulheres, no censo de 2010, eram responsáveis por 38,7% dos 57,3 milhões de domicílios. Se comparado com a mesma pesquisa feita em 2000, houve um aumento de 13,7 pontos percentuais. Estima-se ainda que elas sejam 58,5% do total de empregados no mercado de trabalho. Os dados acima ajudam a entender um pouco mais sobre a importância das mulheres na economia do país. As vendas no segmento de imóveis, entre janeiro e setembro de 2015, confirmam esses dados. Para o público feminino, o aumento em volume de vendas (crédito vendido) foi de 73%, enquanto para o gênero masculino o crescimento foi de 58%.

Para a diretora de uma empresa de consórcios, Edna Honorato, esse crescimento é reflexo da importância do papel da mulher na sociedade. "Temos trabalhado por um lugar que nos é de direito no mercado de trabalho e obtido êxito. Estamos, muitas vezes, chefiando famílias e sendo as principais responsáveis por suprir o sustento da casa. Diante disso, nada mais normal do que nos depararmos com esse aumento nas vendas para as mulheres", afirma.

Leia mais notícias em Últimas

O consórcio tem se tornado opção cada vez mais rentável economicamente, e as mulheres perceberam isso. Em contrapartida, comprar um imóvel por meio de financiamento imobiliário tem se tornado difícil. O principal banco público do segmento elevou os juros para financiar a casa própria pela terceira vez neste ano. O anúncio prova com mais veemência que a opção de adquirir imóveis por meio de carta de crédito, ou seja, consórcio, é a mais vantajosa para quem sonha em ter um lar para chamar de seu.

Prova disso é que a modalidade, na qual o cliente adquire uma carta de crédito que pode ser utilizada para compra da casa, apartamento ou terreno, além de reforma ou construção, vem registrando aumento desde o início de 2015.

Segundo dados da Abac (Associação Brasileira de Administradores de Consórcio), as cotas para compra de imóveis registraram aumento de 40% nas vendas e 42,6% em créditos comercializados nos seis primeiros meses do ano, com mais de um milhão de novas adesões em todo o país. Se levarmos em conta apenas o mês de julho, as vendas de novas cotas de consórcios neste segmento somam mais de 50% em relação ao mesmo período de 2014.

Anúncios do Lugar Certo

Últimas notícias

ver todas
21 de outubro de 2018
18 de outubro de 2018
15 de outubro de 2018
14 de outubro de 2018