Especialistas apontam ce­ná­rio me­lho­r no se­gun­do se­mes­tre no mercado imobiliário

Cons­tru­ção apos­ta na re­to­ma­da da apro­va­ção de pro­je­tos de residenciais em 2016. Novo Plano Diretor de Belo Horizonte devem aquecer setor imobiliário

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 06/01/2016 10:00 Carolina Cotta /Estado de Minas
MRV/Divulgação


O ano de 2016 não vai co­me­çar mui­to di­fe­ren­te de 2015, mas es­pe­ra-se um ce­ná­rio me­lhor a par­tir do se­gun­do semestre. Pa­ra Oti­mar Bi­ca­lho, pre­si­den­te da Câ­ma­ra do Mer­ca­do Imo­bi­li­á­rio e Sin­di­ca­to das Em­pre­sas do Mer­ca­do Imo­bi­li­á­rio de Mi­nas Ge­rais (CMI/Se­co­vi-MG), o es­to­que de apar­ta­men­tos ofer­ta­dos vai se re­du­zir e o pri­mei­ro im­pac­to se­rá um au­men­to nos va­lo­res dos usa­dos pa­ra, de­pois, uma re­to­ma­da na apro­va­ção de pro­je­tos de no­vas uni­da­des de pré­di­os residenciais. “Is­so in­di­ca que só em 2017 te­re­mos um acrés­ci­mo na ofer­ta de uni­da­des novas. Por sua vez, o au­men­to no va­lor dos apar­ta­men­tos usa­dos é um ve­tor de im­pul­so na ven­da de uni­da­des no­vas, fa­ci­li­tan­do a evo­lu­ção no pa­tri­mô­nio dos cli­en­tes”, acredita.

Pa­ra Ge­ral­do Jar­dim Li­nha­res Jú­ni­or, vi­ce-pre­si­den­te do Sin­di­ca­to da In­dús­tria da Cons­tru­ção Ci­vil no Es­ta­do de Mi­nas Ge­rais (Sin­dus­con-MG), ter me­nos imó­veis ofer­ta­dos é si­nal de um bom mo­men­to pa­ra comprar. “Lá na fren­te te­re­mos me­nos ofer­tas por­que pou­cas em­pre­sas vão lan­çar”, sugere. Co­mo o mer­ca­do da cons­tru­ção ci­vil é mui­to de­pen­den­te da ma­cro­e­co­no­mia, as con­di­çõ­es pa­ra ad­qui­rir de­pen­dem mui­to da confiança.

Leia mais notícias em Últimas

Dois fa­to­res, no en­tan­to, na opi­ni­ão de Bi­ca­lho, po­dem al­te­rar o fu­tu­ro pró­xi­mo na área imo­bi­li­á­ria: o no­vo Pla­no Di­re­tor de Be­lo Ho­ri­zon­te e a pro­pos­ta da ope­ra­ção ur­ba­na das ave­ni­das An­tô­nio Car­los e An­dra­das Les­te-Oeste. “Co­mo os pre­ços dos ter­re­nos não di­mi­nuí­ram, o re­sul­ta­do se­rá a ofer­ta de apar­ta­men­tos de va­lor abai­xo de R$ 300 mil, com uma só va­ga de ga­ra­gem, uni­da­des pe­que­nas, de dois quar­tos, vol­ta­dos pa­ra usu­á­ri­os do trans­por­te coletivo. É um pro­du­to que não apre­sen­ta mui­ta pro­cu­ra ho­je e não se­rá su­fi­ci­en­te pa­ra man­ter o mer­ca­do em ra­zo­á­vel ní­vel de ati­vi­da­de”, pondera.

Pa­ra Ra­fa­el Me­nin, pre­si­den­te da MRV En­ge­nha­ria, o que mais com­pro­me­teu a cons­tru­ção ci­vil em 2015 foi a fal­ta de fun­ding e tam­bém es­sa con­fi­an­ça do con­su­mi­dor aba­la­da com o au­men­to do de­sem­pre­go e dos juros. “Acre­di­to que o mer­ca­do, co­mo um to­do, não de­ve ter gran­des mudanças. De­ve fi­car mui­to pró­xi­mo do que foi o ano de 2015. A MRV es­pe­ra o no­vo ano com dois as­pec­tos po­si­ti­vos: o lan­ça­men­to da fa­se 3 do pro­gra­ma ha­bi­ta­ci­o­nal do go­ver­no fe­de­ral Mi­nha ca­sa, mi­nha vi­da, que de­ve­rá ser uma in­je­ção de adre­na­li­na pa­ra os lan­ça­men­tos e ven­das da cons­tru­to­ra, e a vol­ta dos lan­ça­men­tos nas ca­pi­tais e nas ci­da­des de gran­de por­te do país.

Anúncios do Lugar Certo

Últimas notícias

ver todas
30 de janeiro de 2020
16 de janeiro de 2020
19 de dezembro de 2019
21 de novembro de 2019
28 de outubro de 2019