Locação

Preço médio do aluguel de escritórios em Belo Horizonte permanece em queda

Segundo dados da plataforma SiiLA Brasil, os valores em queda acompanharam a força de absorção de escritórios na capital mineira

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 03/11/2020 13:04 / atualizado em 03/11/2020 14:44 Jéssica Mayara*


Pixabay

De acordo com dados divulgados pela SiiLA Brasil, plataforma de pesquisas imobiliárias, o valor dos imóveis destinados à locação de escritórios em Belo Horizonte sofreu queda de R$ 5,98, e isso desde junho de 2019. Atualmente, o preço médio é de R$ 64,88 por metro quadrado. 

Essa redução reflete um mercado movimentado de novas locações – ao todo, 7.414 de absorção bruta –, que não foi capaz de superar o volume de devoluções, causando a chamada absorção líquida, que corresponde ao saldo entre entradas e saídas, negativa.  

Neste cenário, a capital mineira tem cerca de 322.999m² de escritórios, todos eles divididos entre as regiões Belvedere, Cachoeirinha, Centro, Cidade Jardim, Cruzeiro, Funcionários, Lourdes e Savassi. Essa última, por exemplo, sofreu vacância – área vazia – de 23,62%. 

Quanto à ocupação atual desses imóveis, Giancarlo Nicastro, CEO da SiiLA Brasil, afirma que é de forma “bem-pulverizada”. Ou seja, há uma variedade de ramos intensa. 

“No ranking de setores que mais ocupam área, o primeiro lugar é das empresas com atuação no setor de Mineração, Metalurgia e Siderurgia, responsáveis por 14,35% de toda a área locada da cidade. O segundo lugar é ocupado por empresas do setor financeiro (12,75%), seguidos pelas do setor de Serviço (12,22%)”, explica. 

*Estagiária sob a supervisão da editora Teresa Caram 

Tags: imóveis locação aluguel escritórios siila

Últimas notícias

ver todas
01 de março de 2021
26 de fevereiro de 2021
25 de fevereiro de 2021
24 de fevereiro de 2021
23 de fevereiro de 2021